Wilson Lima não se deu ao trabalho de visitar a área do incêndio no Educandos, diz vereador

Mais de nove meses depois do incidente, as mais de 600 famílias vítimas do incêndio no bairro Educandos, zona sul, ocorrido no dia 17 de dezembro do ano passado, continuam sem uma resposta sobre novas moradias por parte do Governo do Amazonas. Um posicionamento do estado foi cobrado pelo vereador Alonso Oliveira, na manhã desta terça-feira (1/10), em seu pronunciamento na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

“O governador Wilson Lima não se deu ao trabalho de visitar a área do incêndio. O vice-governador é uma grande autoridade em se tratando de moradia, militante, sensível a várias causas e brigou por várias invasões e até hoje se cala diante de um fato de repercussão nacional”, afirmou Alonso.

Até agora, as famílias vítimas do incêndio vêm recebendo apoio da prefeitura de Manaus, inclusive financeiro, além da doação de ventiladores e cargas de botijas de gás de 13 quilos, adquiridos pelo Fundo Manaus Solidária, cestas básicas e outros itens. Alonso ainda falou de uma iniciativa da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) para auxiliar as famílias.

“Fico triste pela falta de sensibilidade jurídica do governo. Na contramão, a Aleam aprovou um projeto que destina emenda parlamentar no valor de R$ 35 mil para auxiliar famílias vítimas do incêndio”, explicou o vereador.

O vereador Dante elogiou a iniciativa do colega e concordou que o governo tem se omitido em relação às vítimas do incêndio no Educandos. De acordo com ele, a prefeitura está articulando, junto a Caixa Econômica Federal, para que as famílias que serão alocadas no conjunto habitacional Manauara 4 sejam isentas do pagamento das prestações dos imóveis.

Gedeão Amorim também fez questão de criticar a postura do governador Wilson Lima e lembrou de compromissos que o chefe do executivo estadual assumiu com a população de Manaus, mas ainda não cumpriu.

“O governador assumiu compromisso com essas pessoas e nada aconteceu. Ele anunciou a retomada do Prosamim da Zona Sul e não o fez. Seria no mínimo elegante que o governo possa comunicar a sociedade sobre o que está acontecendo”, disse Gedeão.

Projeto de Lei – Para evitar que se repitam incêndios, como os que aconteceram no Educandos em dezembro do ano passado e neste final de semana, o vereador Alonso Oliveira apresentou Projeto de Lei (PL), na Câmara Municipal de Manaus (CMM), que visa a criação de medidas para prevenção e combate a sinistros em áreas com construções populares informais, entre elas a instalação de hidrantes e disponibilização de extintores.

O PL prevê a instalação, em pontos estratégicos, de hidrantes que permitam a conexão de mangueiras, a organização de palestras, visando conscientizar os moradores, a elaboração e distribuição de material didático na forma de cartilhas, a confecção e afixação de placas de alerta, a formação de brigadas comunitárias, e a disponibilização de extintores polivalentes nas casas de brigadistas da comunidade para intervir no foco de incêndio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *