Procuradoria Geral de Justiça acompanhará de perto crise na saúde do Amazonas

A procuradora-geral de Justiça Leda Mara Nascimento Albuquerque se reuniu com o secretário de saúde do Amazonas, Francisco Deodato, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça.

Também participaram da reunião o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, Fábio Monteiro, o secretário-seral Alberto Nascimento, as promotoras de Justiça Cláudia Câmara e Silvana Cabral, que atuam na área de saúde pública, as promotoras de Justiça Cley Barbosa Martins e Lílian Stone, além do promotor Igor Starlling.

Na ocasião, a procuradora-geral questionou o secretário sobre as medidas em andamento para pagar as cooperativas que prestam serviço ao Estado na área de saúde. A preocupação era a possível greve no setor, já a partir da próxima quarta-feira, caso o governo não sinalizasse uma forma de solucionar o problema.

O secretário de saúde fez uma exposição geral sobre o cenário e adiantou que ainda nesta sexta-feira assinaria um pacto com as cooperativas, a fim de que os serviços não fossem paralisados.
De acordo com a Procuradora-Geral, o Ministério Público entregou um requerimento ao secretário solicitando informações de como será feito o pagamento das cooperativas, quais empresas estão com contrato vigente com o Estado e detalhes sobre esses contratos. A Susam também deve encaminhar ao MP-AM o acordo celebrado entre o Governo e as cooperativas.

O Ministério Público instaurou um Procedimento Preparatório (PP), o objetivo é acompanhar essa negociação e garantir os serviços essenciais e médicos à população. “Fizemos vários questionamentos formalmente ao secretário, que deve nos entregar as respostas até o início da próxima semana”, destacou a procuradora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *