“Por inadimplência e omissão do Governo, empresa encerra serviços para os transplantados do SUS”, afirma Dermilson

Na manhã desta terça-feira (04), o Deputado Dermilson Chagas (PP), denunciou o descaso do Governo do Estado com os transplantados do Amazonas. Na tribuna, ele mostrou um documento enviado pela empresa J.A Souto Loureiro S/A (Laboratórios Reunidos) para a Secretaria de Estado da Saúde (Susam), onde comunica ao Poder Executivo, o encerramento das suas atividades laboratoriais para demanda dos Transplantados do SUS.

“Vocês acreditam que o Governo deixa esses pacientes sem esse serviço importantíssimo por causa de uma bagatela de 185 mil reais?”, questionou o parlamentar aos demais colegas no plenário. “Para a gente pode ser um valor significativo, mas para o Estado, esse valor é uma bagatela sim. É completamente irrisório, e eu estou indignado com essa irresponsabilidade”, complementou Dermilson.

No documento enviado pela empresa, há destaque para quatro fatos principais que fundamentaram o encerramento das atividades. Entre eles está a falta de cobertura contratual, e a inadimplência de quatro meses do governo com a empresa. “No documento, o laboratório destaca que durante esses meses arcou com as despesas, mas no presente momento, não há mais disponibilidade financeira para isso, tornando inviável a continuidade das operações laboratoriais”, explicou o parlamentar.

“Além disso, a empresa deixa claro que não houve qualquer manifestação da Susam para evitar o encerramento dos serviços”, destacou Dermilson, citando o parágrafo que explicita isso. “Considerando que não houve qualquer manifestação da SUSAM quanto ao Processo no. 1701.014293/2019, impetrado com vistas à contratação emergencial ao objeto, a fim de evitar descontinuidade do serviço”, diz o documento.

Para o parlamentar, não há motivos que justifique o não pagamento do contrato. “São quatro meses de atraso. E isso não acontece somente com esse laboratório, mas também com outras empresas e cooperativas. Encerram contratos com hospitais que atendem pacientes renais, e agora são os transplantados. Espero que esse Governo tenha piedade da população. São pessoas que não merecem isso. A saúde não espera senhor governador”, alertou Dermilson.

Durante o discurso de Chagas, o Deputado Dr. Gomes pediu um aparte para responder sobre a presente denúncia. “Eu entrei em contato com o secretário da Susam Rodrigo Tobias, que me disse que essa situação foi equacionada já”, afirmou o parlamentar. Posteriormente, Dermilson disse que seu interesse era que fosse sanada e não equacionada. “Eu entendo que você falou com o secretário e não tiro seus méritos, mas o que me interessa é que resolva e não que finja que resolveu”, enfatizou Dermilson, que estipulou até o final desta semana para que tudo seja resolvido e o funcionamento do serviço, normalizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *