‘Médico de Estado’ pode ser a saída para falta de especialistas no interior, avalia Mayara Pinheiro

Resolver o problema da falta de profissionais especializados no interior. Com esse objetivo, a presidente da Comissão de Saúde e Previdência da Assembleia Legislativa do Amazonas, Dra. Mayara Pinheiro Reis (PP), propôs nesta segunda-feira (22), a criação da carreira de médico de estado, direcionada primeiramente ao interior.

“É muito difícil levar profissionais especializados aos municípios. E os números mostram isso porque o índice de médicos no interior é seis vezes menor em comparação a média nacional. Uma realidade que precisa ser mudada, por isso esse projeto pode buscar suprir as carências de cada cidade”, explicou Dra. Mayara.

A afirmação foi feita durante Sessão Especial, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), em alusão ao Dia Mundial da Saúde, comemorado 07 de abril. Essa preocupação com o interior tem sido uma constante no mandato de quase três meses da parlamentar e base no relatório apresentado hoje.

Outro dado que chamou a atenção foi a quantidade de hospitais no interior, são 58 em 61 municípios. Para a deputada, deste modo fica impossível cuidar de todas as instituições e manter profissionais e equipamentos. “Tenho falado desde o início que a saída está na regionalização e no fortalecimento dos municípios polos. Assim vamos direcionar os tratamentos e qualificar estes locais para melhorar o tratamento e descentralizando os atendimentos da capital”, ressaltou a parlamentar.
Na sessão de hoje, o fortalecimento da atenção básica foi debatido entre os participantes. Na visão da deputada, o Estado precisa de um plano específico para este tipo de serviço, fundamental na luta para prevenir doenças que assustam como Tuberculose, Hanseníase e Sífilis Congênita. Nesse período, na Aleam, Dra. Mayara já apresentou vários projetos relacionados à saúde.
São eles: Programa Nota Fiscal da Saúde, Indenização aos Filhos Segregados de Hanseníase, peso máximo de material escolar em mochilas, atendimento emergencial para pacientes em hospitais privados pelos Bombeiros e Samu, Semana de Conscientização sobre Dislexia, Programa Estadual sobre a Síndrome de Down, Presença obrigatória de Socorristas em Corridas de Rua , e as semanas de Prevenção da Gravidez e de Conscientização para prevenção de Doenças Crônicas.

Estiveram presentes o secretário executivo do interior da Susam, Cássio Roberto, vereador de Manaus, Ewerton Wanderley, subsecretário da Setrab, Almir Albuquerque, diretor-presidente da Fundação de Medicina Tropical (FMT/AM), Marcus Guerra, presidente do Conselho Municipal de Saúde de Manaus, Jorge Luís Carneiro, diretor-presidente da Fundação Alfredo da Mata, Ronaldo Amazonas e o diretor de Saúde da Aleam, Arnoldo Rodrigues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *