Mais Médicos: prejuízo para a Saúde e Social é irreparável, diz Silas Câmara

Os prejuízos da saída dos médicos cubanos do programa Mais Médicos para a Saúde e Social do país são irreparáveis, de acordo com a avaliação do deputado federal Silas Câmara. O parlamentar defendeu que o repasse direto dos recursos do programa aos municípios pode ajudar a amenizar os prejuízos.

“Uma das medidas que o Governo Federal pode adotar para ajudar os municípios é transferir o dinheiro do programa diretamente para os cofres municipais. Isso ajudaria amenizar o prejuízo financeiro causado pela atual situação”, afirmou o parlamentar do Amazonas.

Apesar disso, segundo ele, a solução seria paliativa e reduziria apenas os impactos financeiros causados pelo transtorno da saída do país caribenho do programa federal. “O prejuízo social e de saúde é irreparável. Podemos a partir de agora tentar minimizar os prejuízos financeiros deste grande problema que o país enfrenta”, completou.

Segundo o Ministério da Saúde, das 8.332 vagas ocupadas por médicos cubanos no país, 292 são do Amazonas. Ao todo, 467 médicos brasileiros e cubanos atuam no estado por meio do programa Federal.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *