Mais de duas toneladas de peixes no defeso e animais silvestres são apreendidas na Feira da Panair

Oséia Cavalcante da Silva e Valcieli Nicassio da Encarnação foram presos nesta terça-feira (26), por volta de 23h, em uma fiscalização realizada após na Balsa do Peixe, situada na Feira da Panair, bairro Educandos, Zona Sul de Manaus.

apreensão-BA-625x468
Em revista ao interior da embarcação, foram encontrados além de carne de peixes no defeso, carne de animais silvestres, como paca, tatu e anta – foto: divulgação/Batalhão Ambiental

Após denúncias anônimas de que haveria material ilegal na embarcação ‘Fantástico’, que vinha do município de Beruri (a 173 quilômetros de Manaus), uma equipe do Batalhão Ambiental foi até o local de atracamento dos barcos e constatou as irregularidades.

Em revista ao interior da embarcação, foram encontrados 95,8 quilos de pirarucu seco, 1,3 toneladas de pirarucu fresco, 978 quilos de tambaqui e 348,9 quilos de carne de animais silvestres, como paca, tatu, anta e pato do mato. O material apreendido chega a 2,5 toneladas.

O Batalhão Ambiental destaca que o peixe de espécie pirarucu encontra-se em defeso permanente, portanto a pesca, comercialização e armazenamento estão terminantemente proibidas. A caça de animais silvestres para comercialização também é proibida.

De acordo com a coordenadora da operação, a tenente Maria Viana, o material apreendido será doado.

“Todo o material apreendido foi trazido para o distrito policial para que sejam tomadas as providências cabíveis e depois disso será doado para entidades filantrópicas”, informou a tenente.

Oseias e Valcieli, que estavam no barco, foram levados ao 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e autuados em flagrante por crime ambiental. A dupla vai responder em liberdade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *