Justiça obriga dois portais a retirarem conteúdo falso contra Wilson Lima

A coligação Transformação por um novo Amazonas teve novo pedido de liminar acatado pela Justiça Eleitoral após dois portais de notícias com sede em Manaus publicarem que o candidato Wilson Lima estaria ligado a facções criminosas.

Duas matérias publicadas no Portal Holofote e no Observatório Manaus, além de dois posts nos respectivos perfis dos sites no Facebook, informavam, de forma inverídica e caluniosa, que grupos criminosos teriam indicado candidato a vice na chapa de Wilson Lima.

 

 

Em sua decisão, o juiz auxiliar do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas Victor André Liuzzi Gomes, constatou que “inexistem elementos capazes de sustentar a afirmação de que a chapa dos representantes estaria sendo financiada por grupos criminosos (…), o que conduz à conclusão (…) de que os fatos narrados na matéria impugnada são inverídicos”.

O Portal Holofote e o Observatório de Manaus foram obrigados a excluir o conteúdo mentiroso tanto dos sites quanto do Facebook, sob pena de multa diária de R$ 10 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *