Julgamento do prefeito de Tapauá acontece nesta terça-feira (9) com apoio dos movimentos de rua e a população

O julgamento do prefeito de Tapauá, José Bezerra Guedes (MDB), dos secretários municipais e de 10 vereadores, que trata sobre o processo de desvios de recursos públicos, previsto para terça-feira passada, 2, no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) que foi adiado mais uma vez na semana passada, entrou novamente em pauta, e será votado nessa Terça-feira (09). Vários movimentos de rua e sociais estaram acompanhando o processo juntos com ato de apoio ao município de Tapaua. Varios movimentos como o Direita Norte, Endireita Amazonas, Direita Zona Leste, entre outros faram uma manifestação de apoio ao munícipio.

O líder do movimento Endireita Amazonas, o economista Felipe Silva, desabafou” Esta é a sexta vez que a desembargadora Joana Meireles, que preside o processo, adia o julgamento. E a segunda vez que ela adia e não justifica os motivos. Vamos fazer pressão no judiciário pedindo que eles façam o julgamento nessa terça sem adiamentos. Adiou no dia 28 de maio e nos dias 4, 11, 18 e 25 de junho, e no último dia 2 de julho, com 6 adiamentos do julgamento tudo isso sem da nenhuma justificativa plausível“, relatou Felipe. Silas Cidade lider do movimento Direita Zona Leste também se manifestou “ Nos esperamos nessa terca que o povo de Tapaua tenha a sua tão agaurdada liberdade, nps acreditemos no TJAM, nos acreditamos em uma Tapaua sem corrupção” finalizou Silas. O movimento pede a punição do prefeito José Bezerra, dos secretários e dos vereadores. O economista destacou, ainda, que há algum tempo, o processo vem sendo adiado, mesmo já apresentando provas robustas. “O que acontece é que o prefeito com os vereadores querem continuar no cargo, mesmo com o processo. E isso não pode, pois é ilegal” afirmou Renner Rodrigues líder do Direita Norte. O prefeito, também conhecido como “Zezito”, e os demais denunciados são acusados de desviarem cerca de R$ 62 milhões que seriam destinados a Saúde e a Educação no município de Tapauá, interior do Amazonas. Conforme as investigações do Ministério da Transparência, Controladoria Geral da União (CGU), Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e Polícia Civil, foram descobertos desvios milionários. Na ação, as autoridades identificaram crimes de peculato, corrupção, lavagem de dinheiro e abuso de autoridade. A Ação Penal contra o atual prefeito municipal de Tapauá/AM, José Bezerra Guedes, o “Zezito”, tramita no Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (Tjam), com o objetivo de apurar a prática do crime de corrupção e de integrar organização criminosa, estando as condutas denunciadas também atreladas a esse processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *