Josué solicita de Bolsonaro, Anac e Governo do Amazonas restrição de voos nacionais e internacionais

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) Josué Neto solicitou, nesta terça-feira (17), ao presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, ao diretor-presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), José Ricardo Queiroz e do Governador do Amazonas, Wilson Lima, restrições no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, tanto para pousos como decolagens de voos com procedência e destinos internacionais e nacionais, por causa da pandemia do novo Coronavírus (COVID-19).

“Considerando a definição da Organização Mundial da Saúde (OMS), que classificou no dia 11 de março deste ano, o surto do novo Coronavírus como uma pandemia, e ainda que o primeiro caso diagnosticado em Manaus, de uma pessoa que esteve recentemente no exterior, solicito o fechamento do aeroporto Eduardo Gomes para voos internacionais”, disse Josué Neto.

No documento enviado ao presidente Bolsonaro, ANAC e Governo do Amazonas, Josué solicita ainda que todos os passageiros de voos vindos de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador, Belém e Brasília, sejam submetidos à triagem pela Fundação de Vigilância Sanitária (FVS) antes de desembarcarem, evitando a disseminação do vírus no Amazonas.

PREVENÇÃO

No último sábado (14) Josué anunciou uma série de medidas de prevenção ao coronavírus na Assembleia Legislativa do Amazonas, a fim de resguardar a saúde dos deputados, servidores e seus familiares, entre elas a suspensão de todas as reuniões no Parlamento, mantendo apenas as Sessões Plenárias Ordinárias, com um número restrito de servidores.

Também foi feita a instalação de recipientes de álcool gel em todos os setores e determinada a restrição à entrada de visitantes na Casa Legislativa.

“A saúde das pessoas deve estar em primeiro lugar neste momento. Vamos utilizar todas as ações no sentindo de orientar e proteger nossa população. É uma responsabilidade de todas as instituições públicas”, afirmou Josué.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *