Escola pública da Zona Leste promove palestra sobre prevenção ao uso de drogas

Com objetivo de prevenir, orientar e alertar a comunidade escolar, a Escola Municipal Biólogo Adolpho Duke, localizada no bairro Cidade de Deus, na Zona Leste da cidade, em parceria com o Polo 2 do Centro Municipal de Atendimento Sociopsico-pedagógico (Cemasp), promoveu nesta terça-feira (12) palestra com os estudantes sobre a “Prevenção ao uso de drogas”.

A ação faz parte do plano de trabalho anual da escola. O encontro contou com a participação de 120 alunos do 1º ao 6º ano do Ensino Fundamental e do Programa de Aceleração de Aprendizagem (PAA).

Semed
Palestra com os estudantes sobre a “Prevenção ao uso de drogas” foi realizada nesta terça (12) – foto: Paulo Rogério Veiga/Semed

Para diretora da escola, Izilene Gomes da Silva, o tema abordado vem de encontro com o trabalho da unidade com os alunos sobre os problemas relacionados aos entorpecentes.

A gestora destacou a importância dos estudantes se tornarem multiplicadores das informações junto aos seus amigos, familiares e a comunidade em geral do bairro onde moram.

“Como nós sabemos que o bairro Cidade de Deus está incluído em uma área de risco, o foco maior da escola é prevenir e conscientizar nossos alunos sobre a problemática da questão da droga”, comentou.

A palestrante do Polo 2 do Cemasp, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Angela Rotondano, disse que os alunos terão mais informações para lutar contra um maleficio dentro do ambiente de sua comunidade e, principalmente, adquirir conteúdo para interagir com outras pessoas no combate as drogas em geral.

“Eles estão recebendo uma orientação para ter uma vida melhor, onde todos passam a conhecer as consequências das drogas. É algo que não é legal, traz problema para vida deles e para dentro da família. Os alunos são orientados a buscar alternativas saudáveis, como a prática esportiva”, disse.

O aluno do 4º ano matutino, Wesleson da Silva Costa, 12, confessou que já viveu algumas situações de alguém oferecer algum tipo de droga, mas ciente dos malefícios sempre recusou. Segundo ele, as informações da palestra serão úteis para conversar mais ainda com seus colegas sobre o perigo do uso de entorpecentes.

“Essa palestra ajuda muito, porque explica tudo sobre o mal que causa ao ser humano. Pode ter certeza, quem usa drogas vai parar no cemitério, porque não faz bem algum para gente.”, revelou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *