Em ano eleitoral, prefeito de Lábrea recebe autorização da Câmara para viabilizar empréstimo de R$ 12 milhões

A Câmara de Vereadores de Lábrea autorizou o prefeito do município, Gean Barros a contrair empréstimos no valor de R$ 12 milhões junto ao Banco do Brasil. De acordo com denúncias, a manobra do prefeito contou com o aval dos vereadores durante sessão extraordinária realizada no dia 23 de dezembro de 2019.

Não é a primeira vez que administração do prefeito de Lábrea é alvo de denúncias por supostas irregularidades. A mais recente, apurada pela reportagem, Gean é acusado de distribuir cestas básicas com produtos fora da validade dias antes do último Natal. O atual prefeito vai tentar se reeleger este ano.

O prefeito ainda foi denunciado por suposto uso irregular do Fundo de Previdência do Servidor Público de Lábrea no ano de 2012, denunciado ao TCE pelo Bradesco por não repassar o dinheiro de empréstimo consignado do funcionalismo público ao banco, além de colocar o município no último lugar no ranking de transparência no Amazonas.

“Tentar fazer isso em ano de eleição é um desrespeito com a população do município. Estamos há três anos esperando investimentos e soluções verdadeiras para nossa cidade e só agora, com a campanha próxima, o prefeito parece lembrar da cidade. Não podemos aceitar todas essas irregularidades”, disse um morador da cidade que enviou documentos para comprovar a tentativa do empréstimo, mas que preferiu não se identificar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *