“É preciso lutar todos os dias pela permanência da democracia”, afirma Josué Neto

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Josué Neto (PSD), declarou na manhã deste sábado (1º), “que é preciso lutar todos os dias para a permanência do regime democrático no Brasil”. “Democracia esta que está há pouco tempo no país e ainda precisa amadurecer muito”.

A declaração ocorreu no 1º WorkShop do partido Cidadania 23, realizado no Auditório Berlamino Lins, que capacitou os filiados sobre as mudanças na legislação eleitoral para as eleições de 2020.

Na ocasião, Josué Neto, disse que a presidência da 19ª Legislatura busca, mesmo com os percalços das crises econômicas, morais e políticas enfrentadas pelo país, “fazer chegar para fora da estrutura da Assembleia o espírito da democracia e do diálogo”.

“No início do ano tivemos uma crise muito grande na saúde, não só dos servidores, mas dos fornecedores, e a Assembleia participou junto do Executivo e da categoria para não ter greve naquele momento. Vocês devem lembrar que esta Casa buscou uma parte do FTI para garantir recursos para essa crise. Atuamos, e quando falo isso, é a Assembleia e não o Josué. Quando chegou a greve da Educação, nossa Comissão de Educação, a nossa Casa como um todo, nós abrimos as portas à categoria da Educação. E daqui saiu uma solução no momento em que o Governo do Estado já tinha quebrado todo o relacionamento com os professores. E nós fizemos nova mesa de negociação para chegar ao fim da greve”, declarou Josué Neto.

O presidente citou a mudança do antigo PPS para o atual Cidadania 23 como um redirecionamento de sua linha de atuação. 

Foto: Carlos Batista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *