Com apoio da prefeitura, comunidades ribeirinhas de Eirunepé recebem orientações para evitar queimadas

Comunidades ribeirinhas do município de Eirunepé (distante 1.160 quilômetros de Manaus) receberam, até esta quinta-feira (22/08), ações da campanha “Um por todos e todos contra as queimadas”, realizada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). A ação percorreu 15 comunidades da Reserva Extrativista (Resex) do Rio Gregório durante 14 dias com orientação sobre o uso do fogo.

De acordo com o gestor da Resex do Rio Gregório, Walben Junior, as comunidades construíram um acordo que define que, entre os meses de agosto e setembro, será feito manejo de fogo em roçados. Ou seja, serão feitos aceiros maiores e controlados, e ficará proibido também usar o fogo em diferentes locais no mesmo dia.

“Existem casos na agricultura familiar em que o uso do fogo é necessário, pois é neste período em que as comunidades preparam o plantio da mandioca, para fazer farinha. Por isso, trabalhamos orientação quanto ao uso responsável do fogo e este rodízio será importante para esfriar a terra e controlar os aceiros”, explicou o gestor.

A ação na unidade de conservação contou com apoio da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), de Agentes Ambientais Voluntários (AAV), Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Secretaria Municipal de Educação e Associação de Moradores Extrativistas do Rio Gregório.

Agenda urbana – Agora, a campanha será realizada na sede do município de Eirunepé. A ação, coordenada pela Sema, terá inicio no dia 3 de setembro, e será feita em conjunto com o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), Prefeitura de Eirunepé, Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e rádios locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *