China lança sonda Chang’e-4 para explorar a face oculta da Lua

A China lançou nas primeiras horas deste sábado a sonda lunar Chang’e 4, com a qual espera realizar o primeiro pouso já feito no lado escuro da Lua, segundo a agência estatal de notícias “Xinhua”.

O foguete foguete Long March-3B, que transporta a sonda – a qual inclui um módulo e um veículo explorador -, decolou do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang, na província de Sichuan, às 2h23 (hora local), afirmou a informação.

De acordo com a Administração Espacial Nacional da China, a missão realizará tarefas de observação astronômica de rádio de baixa frequência, análise de terreno e relevo, detecção de composição mineral e estrutura da superfície lunar e medição da radiação de nêutrons e átomos neutros para estudar o meio ambiente no lado oculto da lua.

Além disso, a Chang’e 4 transporta um pequeno recipiente com sementes de batata e de arabidopsis, uma planta herbácea, com o objetivo que cresçam e floresçam na Lua, de acordo com a agência.

A sonda também leva ovos de bicho-da-seda e a evolução deste material biológico será gravada em vídeo para ser controlada a partir da Terra.

No mês de agosto, a China revelou imagens do veículo de exploração com o qual espera examinar a face oculta da Lua, algo que nenhum país conseguiu ainda.

O veículo é semelhante ao Yutu, o primeiro explorador lunar chinês, lançado em 2013 juntamente com o Chang’e 3 e que continua a atravessar a face oculta da Lua.

O programa Chang E (em homenagem a uma deusa que vive na Lua de acordo com lendas chinesas) começou com o lançamento de uma primeira sonda orbital em 2007.

O objetivo final do programa é uma missão tripulada à Lua a longo prazo, embora a data para isso não tenha sido definida e alguns especialistas a coloquem em torno do ano de 2036.

 

Texto: Agência EFE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *