Carlos Almeida defende cofinanciamento do SUAS pelo Estado

O governador em exercício, Carlos Almeida, anunciou que o Governo do Amazonas pretende cofinanciar projetos sociais realizados pelos municípios do interior com recursos federais. O anuncio foi feito nesta quarta-feira (20/02), durante a abertura do 4º Encontro de Gestores Municipais do Sistema Único de Assistência Social (Suas), no auditório João Bosco, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam)

O objetivo do evento foi discutir e alinhar os procedimentos de trabalho dos profissionais de assistência social no estado. Representantes de 53 municípios estiveram presentes.

Segundo Carlos Almeida, o recurso federal disponível hoje, por meio do SUAS, não é suficiente para manter os programas básicos de acolhimento oferecidos nos municípios, através dos Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). As unidades atuam principalmente com foco em pessoas em situações vulneráveis e de risco social.

Carlos Almeida  defendeu o fortalecimento da assistência social vista por ele como um dos pilares básicos de uma política de Estado.  “A assistência social é um dos pontos mais importantes de qualquer política de estado. Até porque ela define quais são as necessidades reais e projeta as necessidades no futuro. Então, a implementação de programas de apoio à família, em especial moradia, e outras necessidades, devem ser tratadas principalmente com a Assistência Social”, afirmou.

A secretária de Estado de Assistência Social, Márcia Sahdo, disse que a sinalização do Governo do Estado em entrar com suplementação de recursos para o SUAS é de extrema importância. “Queremos que os serviços básicos de acolhimento sejam garantidos em todos os municípios do interior, e garantir também que não tenham descontinuidade”, afirmou.

Marcia também defendeu o fortalecimento do controle social atuando junto com o poder público. O assunto foi um dos temas discutidos no encontro. “O controle social é a participação tanto da gestão quanto da sociedade civil, na condução da própria política. Então, a participação de todos os segmentos, de usuários, segmento de entidades, de trabalhadores que atuam na área, são importantes para a construção de um melhor atendimento e melhor resposta para os problemas sociais”.

O encontro de gestores municipais do SUAS continua nesta quinta-feira (21/02), no auditório João Bosco da ALE-AM, com palestras, oficinas e mesas-redondas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *