Bomba: Gravações revelam esquema de Armando do Valle para fazer Caprichoso campeão

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=EPc9CE0G1vQ[/youtube]

O 50º Festival Folclórico de Parintins mergulha no maior escândalo de sua história. Gravações revelam que Armando do Valle age dentro do boi Caprichoso em supostas conversas telefônicas com o teatrólogo Chico Cardoso pedindo dinheiro e ainda cita os nomes do fiscal Márcio Azedo e do presidente Joilto Azedo.

Numa conversa datada do dia 20 de junho (dia do sorteio dos estados) Armando do Valle liga para Chico Cardoso e se diz preocupado com o atraso no seu pagamento que servirá para “comprar” três jurados. “Estou preocupado com aquele negocio da grana. Tem que resolver isso pra pagar logo o que está pendente lá né”, diz.

“Mas, o Márcio (Azedo) não te deu nenhum retorno não?”, questionou Cardoso. “Não, não… E ai eu fico preocupado porque já é segunda-feira então tem que resolver isso pra pagar o computador (Sombras?)”, avisa ele anunciando que enviou três sombras (pessoas não oficiais dos bois que fazem lobby junto aos candidatos a jurados)

Na seqüência da gravação Chico Cardoso avisa que vai conversar com Joilto para efetuar a liberação do dinheiro solicitado por Do Valle. “Tá e eu falo com o Joilto e ai te ligo”, assegura o teatrólogo que tem como resposta a preocupação do interlocutor em usar telefone. “Pessoalmente é melhor”, solicita.

De acordo com o que apurou a reportagem a ex- jurada do Festival de Parintins Mirna Porto e Maria Beatriz Brandão (Tizinha) são pessoas ligadas ao comando Delta desde a época de Garantido e migraram para o Caprichoso junto com Armando do Valle. O próprio currículo de “Tizinha” chegou a ser apresentado para ser analisado como potencial jurada, mas foi descartado. Como não conseguiu, o jurado indicado foi David Farias Torres Chagas, do estado de Alagoas, orientandor de Beatriz em seu mestrado.

Ainda de acordo com as denúncias apresentadas após a divulgação das gravações o Caprichoso teria pago ao chefe dos deltas R$ 120 mil.

Em outra conversa gravada, Chico Cardoso dialoga, ainda no processo de escolha dos jurados, com o lobista identificado apenas como Kid confirma a tentativa  de cooptar jurados. Ele explica as orientações dadas aos jurados que cedessem as investidas. “Então a porrada é assim Chico… Eu falo olha meu irmão é 10 (pro Caprichoso), 9,5 e 9 (pro Garantido)”,  Kid ainda comemora dois jurados assegurados. “Mas a instrução é essa bicho dar porrada lá, e aqui a gente ficar de boa. Com essas duas notas no A e no C pode correr pro título segunda-feira”, falou.

Os dois jurados que Kid comemora são David Farias de Alagoas e Alda Lúcia Monteiro de Souza de Brasília ambos do Bloco C. A Gravação deixa claro como funcionou a sedução aos demais jurados. David Farias entrou na comissão julgadora com a intenção de dar notas máximas para o Caprichoso e conquistar novos adeptos da causa. “… A  gente já encostou no cara lá de Goiânia, que é do mesmo bloco dele e no viadinho também …”, frase de Kid na gravação.

Em mais um trecho da gravação cita  Kid se refere possivelmente a jurada Alda Lúcia Monteiro, citada na gravação como a menina da Cláudia… “E o cara que está indo de Brasília também do (bloco) “C” da Cláudia… A gente encaixou o cara de alagoas e  ela encaixou o cara de  Brasília em um bloco…”
Cláudia Costa desembarcou na sexta feira em Parintins toda vestida de Azul e já teria ido a uma reunião na SEC também vestida de azul.

A gravação mais recente foi neste sábado, 27, entre novamente Armando do Valle e Chico Cardoso. Depois da primeira noite Armando dá ordem para não pensarem na anulação do julgamento por causa da chuva e lamenta quando ouve do interlocutor a decisão de anular uma das noites. “P… nós fomos muito superiores a eles na opinião dos jurados”, revela.

O esquema de manipulação do resultado do Festival de Parintins tem pessoas fiéis a Armando do Valle que deixaram o Garantido e estão com ele no Caprichoso conhecidas como “sombras” que viajam, antecipadamente, aos estados na frente dos fiscais para fazer lobby ao boi dentro da trapaça.

A gravação encerra com Armando do Valle orientando Chico Cardoso de como proceder e o que colocar na arena do Bumbódromo. “Vocês usaram aquele boizão lá em cima né? Pois é, acho que vocês devem deixar ele durante o espetáculo final”, determinou Armando ao membro do Conselho de arte do Caprichoso.

Em outra parte da conversa ele pede atenção ao membro do Conselho para fazer uma excelente apresentação na segunda noite. Cardoso ao responder desrespeita o fundador do vermelho e branco. “Amigo a entrada de hoje é pra meter o dedo no c… do Lindolfo Monteverde, mano fique tranqüilo”, avisou.

Apesar de só o nome de David Farias ser claramente citado no áudio, Kid relata sobre abordagem em outros jurados, o que deixa mais uma vez em cheque a credibilidade do resultado.

Com Informações do Parintins 24 horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *