Após denúncia, casal é preso com cerca de 150 kg de maconha dentro de casa

Prisão ocorreu após denúncia anônima informar sobre crime.
Drogas eram escondidas dentro do forro da residência da dupla.

Arlison de Aguiar Evaristo, de 23 anos, e Flávia Vilaça de Oliveira, de 22, foram presos com cerca de 150 kg de maconha na Zona Oeste de Manaus, nesta sexta-feira (17). Parte das drogas foi apreendida no forro da casa onde o casal mora, na Comunidade Parque São Pedro, no Tarumã. Eles devem ser indiciados por tráfico de entorpecentes e organização criminosa.

Ao todo, 160 tabletes foram apreendidos com o casal (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

A prisão foi feita pela Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), após uma denúncia anônima informar sobre a entrega de entorpecentes na cidade. O denunciante informou as características e localização do suspeito, que foi localizado em um posto de combustíveis na Avenida Torquato Tapajós, em um veículo modelo Gol, de cor branca.

Durante a abordagem, 10 kg de drogas foram encontrados dentro do veículo. Arlison Evaristo disse à polícia que as drogas seriam entregues no bairro Aleixo, na Zona Centro-Sul da capital. Questionado sobre o local onde estaria o restante dos entorpecentes, ele informou o endereço onde mora com a esposa, na Rua Paraíso 2, na comunidade Parque São Pedro.

Em uma revista realizada dentro da residência do casal foram encontrados 150 tabletes de maconha. As drogas estavam escondidas em sacos, dentro do forro do banheiro. A esposa de Arlison, Flávia Oliveira, foi presa em flagrante no local. Segundo a Polícia Civil, há indícios de que ela sabia do armazenamento dos entorpecentes.

À polícia, Arlison contou que a droga chegou em Manaus há uma semana e estava sendo distribuída em diversos pontos de drogas da capital, segundo contou a delegada do 16º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Alynne Lima. “A origem das drogas já está sendo apurada, mas não será revelada para não atrapalhar as investigações do caso”, disse.

Durante apresentação na sede do 16º DIP, Arlison e Flávia não quiseram comentar sobre o caso. O homem se limitou a dizer que já foi preso em 2016 pelo mesmo crime, quando transportava 7 kg de drogas. “Fiquei preso só 18 dias”, comentou.

Marido e mulher vão ser indiciados por tráfico de drogas e associação criminosa. Ao término dos procedimentos na delegacia de polícia, os dois vão ser encaminhados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch Reis, na Zona Centro-Sul da capital.

 

Com Informações do G1 Amazonas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *