Alessandra Campêlo lidera movimento contra cassação de vereadora de Tonantins

A vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, Alessandra Campêlo (MDB), está mobilizando a Comissão da Mulher da Casa contra a tentativa de intimidação do trabalho parlamentar da vereadora Suelem Lofiego, do MDB de Tonantins (a 872 quilômetros de Manaus).

Principal opositora do prefeito do município, a vereadora é vitima, segundo a deputada Alessandra, de uma “trama sórdida” contra seu mandato legitimamente conquistado nas urnas.

Sem meio termo, Alessandra foi direta ao afirmar durante a sessão desta quarta-feira, 19, que a comissão processante instalada na semana passada tem a ver com a atuação fiscalizadora da vereadora. Suelem já denunciou no âmbito do Poder Legislativo Estadual suspeitas  de desvios de recursos do Fundeb, obras abandonadas e caos na área da saúde por parte da prefeitura. A vereadora, inclusive, denunciou ameaças de morte e todas as formas de tentativas de intimidação no município. 

“Há uma trama sórdida em Tonantins para calar a vereadora Suelem, simplesmente porque ela exerce o seu papel fiscalizador. Sem base jurídica alguma, eu não sei se é para rir ou chorar, houve um pedido de cassação do mandato da vereadora. O argumento é que ela usa as redes sociais para denunciar desvio de dinheiro público, e eu não entendo qual o problema. O problema seria se ela não fizesse isso”, afirmou Alessandra.

A vice-presidente da Assembleia criticou a abertura do processo contra a vereadora. Alessandra assegurou que tomará todas as providências por meio da Comissão da Mulher e mobilizará todos os parlamentares da Casa contra a tentativa de intimidação. 

“Nós vamos derrubar na Justiça isso e vou denunciar no Ministério Público a conduta da mesa da Câmara de vereadores ao aceitar o processo sem embasamento jurídico nenhum. Como presidente da Comissão da Mulher,  estarei unida com as deputadas desta Casa, nós quatro, e todos os deputados que nos acompanham”, disse Alessandra. 

A deputada não descartou uma ida da Comissão da Mulher a Tonantins para cobrar da Câmara Municipal o devido respeito ao exercício do mandato da vereadora Suelem Lofiego. O discurso de Alessandra foi reforçado pela deputada Joana Darc (PR). 

“Eu tenho um recado para Tonantins: se achavam que iriam prejudicar, intimidar ou de alguma forma atrapalhar o trabalho da vereadora, agora a atenção da Assembleia será muito maior para Tonantins”, afirmou Joana. 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *