Sidney Leite denuncia perseguição política do governo estadual na Festa do Guaraná

Ex-prefeito de Maués e um dos maiores incentivadores do desenvolvimento cultural da cidade, o deputado Sidney Leite (PSD) denunciou um descaso por parte do Governo do Estado em relação à festa do Guaraná, que se inicia nesta quinta-feira (6) e segue até sábado (8), durante seu discurso na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

Em sua 39ª edição, a festa em torno da colheita do fruto nativo da região sempre foi o cartão-postal de Maués e muito bem organizada pela prefeitura municipal, de forma a atrair turistas de municípios vizinhos e até mesmo de outros Estados adjacentes, além de movimentar a economia regional.

No entanto, por conta do que chamou de “gatunagem” e chantagem e retaliação política por parte do governador Amazonino Mendes (PDT), a organização do evento está totalmente sem divulgação e apoio, apesar do alto investimento: R$ 1,7 milhão. O prefeito da cidade, Júnior Leite (PROS), apoiou o governador eleito, Wilson Lima (PSC), no segundo turno da eleição.

Por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), o governo retirou da Prefeitura de Maués o poder de organizar a festa e, contratou a Associação Canto da Mata dos Interpretes e Compositores do Estado do Amazonas. Mas está um fiasco, o que deve comprometer a festa e até mesmo o desfile das candidatas no concurso Rainha do Guaraná que, tradicionalmente acontece na abertura do evento, na praia Ponta da Maresia.

Conforme Sidney, por conta do sucateamento da festa e da desorganização, as candidatas à rainha estão ameaçando não subir ao palco, na abertura da festa, na noite desta quinta. “Pasmem, até na Festa do Guaraná o Amazonino (Mendes) está fazendo gatunagem, uma chantagem política (…) Contrataram uma associação para realizar o evento, mas a divulgação está praticamente nula. Estão levando três atrações nacionais que, juntas, não dá uma. Ano passado, Maués recebeu milhares de visitantes e circulou na economia local mais de R$ 12 milhões e veio turistas de várias partes do Amazonas e mesmo do Pará”, disse Sidney Leite.

As atrações nacionais contratadas para a festa são as cantoras Joelma (ex-vocalista da banda Calypso), Naiara Azevedo e a banda Chiclete com Banana.

O deputado denunciou ainda que o diretor-presidente da Amazonastur, Orsine Oliveira Júnior, num ato descarado, contratou uma embarcação de empresa da sua família para levar a equipe da secretaria e convidados para a Festa do Guaraná. “Vou acionar o Ministério Público do Estado para apurar essa farra e tomar providências”, acrescentou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *