Ser mãe é? – Por Lene Campos

Uma leitora sugeriu e então vamos lá, escrever sobre ser Mãe Solteira.

Para escrever sobre o assunto ouvi alguns testemunhos de mulheres que por algum motivo, hoje criam seus filhos sem a ajuda de um companheiro. Pesquisei e lembrei-me de alguns bate-papos com amigas que passaram ou estão por essa experiência.

Lene Campos é consultora na empresa Top Prime Corretora de Seguros, estuda marketing, é apaixonada por gatos e por histórias divertidas.
Lene Campos é consultora na empresa Top Prime Corretora de Seguros, estuda marketing, é apaixonada por gatos e por histórias divertidas.

Aliás, elas são unânimes em dizer o quanto foram transformadas depois desse momento. Mulheres que por algum motivo, optaram por serem Pai e Mãe de seus filhos, sem murmurar ou pensar em um aborto.

Acredito que a maternidade é uma experiência única e eu admiro demais as mulheres corajosas e que por nada abriram mão de seus filhos.

Mulheres muitas das vezes humilhadas por seus companheiros ao ter conhecimento da sua gravidez. Homens que agem feito menino ao saber que será Pai. Ou melhor, que terão um filho, por que ser Pai é outra coisa.

Mulheres admiráveis e que independente da classe financeira, jamais pensaram em abortar seus filhos por conta do medo e das suas inseguranças.

Mas que deve dá um medo, ah! Isso deve dá: Medo dos desafios, medo de não poder dar o sustento necessário, medo dos comentários, medo da família, medo da dor do parto (esse medo é da autora) rssrrsrsrsrs enfim, todas elas passaram por isso.

Porém, o bom de tudo isso foram suas escolhas, suas renúncias e suas lágrimas que são substituídas por sorrisos e mais sorrisos.

Como não sou mãe e também nunca engravidei algumas questões eu não domino, mas estou aqui escrevendo mais com emoção do que com razão.

Por que eu admiro demais Mulheres corajosas, audaciosas e que não se envergonham de assumir suas escolhas. Mulheres que criam seus filhos, com dignidade e com decência. Abrindo mão de tantas escolhas em prol da educação e bem estar de seus filhos.

O pai faz falta sim, mas elas assumiram tão bem esse papel e seus filhos certamente irão admirar e seguir seus exemplos. E quem precisa de um pai que não é capaz de assumir seu filho? Esse tipo de homem, jamais terá espaço ao lado de uma mulher determinada.

Se você já é mãe e passou por tudo isso, parabéns, e se você ainda deseja ser mãe, que Você possa encontrar um homem integro e responsável para ser o pai de seus filhos. Mas, se por ventura não for bem assim, não se desespere e olhe ao seu redor:

Terá sempre uma mulher guerreira que passou por tudo isso e hoje poderá lhe ajudar nessa sua nova etapa.

 

Acompanhe a Lene Campos no Facebook

Quer me contar tua história? Então me escreve: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *