Sentimento de solidão pode afetar a saúde

De acordo com os pesquisadores, mesmo não estando fisicamente isolado, o próprio sentimento de solidão pode afetar a saúde. (IStock/Getty Images)

Segundo estudo, solitários têm risco 39% maior de apresentar sintomas mais intensos de um resfriado. Ter muitos amigos nas redes sociais não diminui o risco.

Você se sente sozinho? Uma nova pesquisa, publicada na revista Health Psychology, sugere que seu nível de solidão pode impactar diretamente na gravidade e na resposta do organismo a uma doença.

Para o atual estudo, os pesquisadores avaliaram níveis de solidão de 159 pessoas, entre 18 e 55 anos, além da quantidade de amigos que elas tinham nas redes sociais. Depois, os voluntários receberam, por via nasal, doses iguais de vírus de resfriado comum. Eles, então, ficaram isolados por cinco dias em um hotel para que os sintomas manifestados fossem avaliados pelos especialistas.

De acordo com os pesquisadores, mesmo não estando fisicamente isolado, o próprio sentimento de solidão pode afetar a saúde. (IStock/Getty Images)

Os achados

Todas as pessoas que participaram do estudo tiveram a mesma chance de ficar doentes, mas aquelas que relataram sentir-se mais solitárias manifestaram os sintomas de resfriado como dor de garganta, espirro e coriza mais graves do que as que não se sentiam sozinhas. Segundo os resultados, os participantes solitários apresentaram uma probabilidade 39% maior para os sintomas mais agudos.

Além disso, os pesquisadores ressaltaram que a quantidade de interações sociais que as pessoas tinham pelas redes não teve um impacto significativo, o que sugere que o próprio sentimento de solidão pode afetar a saúde. “Você pode se sentir sozinho mesmo em uma sala cheia de pessoas”, disse uma das autoras da pesquisa Angie LeRoy, da Universidade de Houston e Universidade Rice, nos Estados Unidos, segundo o site da revista americana Time. “Não importa com quantas pessoas você tem amizade em suas redes sociais. Se elas não são significativas em sua vida, não fará diferença.”

Os cientistas concluíram que a qualidade dos relacionamentos é mais importante do que a quantidade de amigos. “Se você está tentando reverter esse sentimento, aumentar o número de contatos, por exemplo, não irá ajudar”, explicou à NPR Julianne Holt-Lunstad, professora de psicologia e neurociência da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos.

O risco

Estudos anteriores já mostraram que os sentimentos podem interferir na qualidade de vida, aumentando o risco de doenças ou impactando os sintomas. A razão para isso ainda não é totalmente clara. Sabe-se, por exemplo, que a solidão pode enfraquecer o sistema imunológico e deixar o corpo mais vulnerável a doenças como herpes ou quadros de inflamações crônicas, como artrite reumatoide e diabetes tipo 2. Isso aconteceria porque a solidão é um tipo de stress, situação que afeta as defesas do organismo.

A solidão tem sido reconhecida como um fator de risco para a saúde. Pessoas que se sentem solitárias têm um risco aumentado de 26% de sofrer morte prematura. “Se sentir sozinho pode ter efeitos na saúde como um todo, até mesmo sobre algo tão simples como um resfriado“, disse Angie. “Precisamos dar mais atenção a esse problema.”

 

Com Informações do Portal Veja

Be the first to comment on "Sentimento de solidão pode afetar a saúde"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*