Seminário busca fortalecer rede de proteção de crianças e adolescentes no Amazonas

O presidente da Comissão de Promoção e Defesa dos Direitos das Crianças, Adolescentes e Jovens da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado estadual Álvaro Campelo (PP), participou na manhã desta quarta-feira (8), no auditório da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), do Seminário ‘Projeto Mobilizar e Agir’, promovido pelo Instituto de Assistência à Criança e ao Adolescente Santo Antônio (Iacas). A iniciativa teve como objetivo contribuir, reforçar e discutir os temas de maior relevância com a presença da rede de proteção dos 7 municípios do Amazonas que participaram do projeto nos últimos 12 meses, entre eles, Manacapuru, Iranduba, Rio Preto da Eva, Presidente Figueiredo, Tabatinga, Benjamin Constant e São Gabriel da Cachoeira.

Para o deputado, a proposta contribuirá de forma efetiva aos projetos que reforçam a rede de proteção à criança e ao adolescente. “Essa é uma importante iniciativa desenvolvida pelo Iacas, que foi até os municípios do interior do Estado e coletou dados importantes, que vão reforçar os trabalhos realizados pela Comissão de Promoção e Defesa dos Direitos das Crianças, Adolescentes e Jovens da Aleam, em conjunto com a Rede de Proteção”, disse Campelo.

O Projeto “Mobilizar e Agir”, é uma realização do Instituto de Assistência à Criança e ao Adolescente de Santo Antônio-IACAS, filiada à Rede Ecpat/Brasil, em parceria com o Ministério Público do Trabalho no Amazonas e Roraima, com o Fórum Estadual de Prevenção do Trabalho Infantil (FEPETI/AM), com o Comitê Estadual de Enfrentamento a Violência Sexual contra Criança e Adolescente-AM, com a Cáritas Arquidiocesana de Manaus e com o grupo Tecendo Redes.

Criado em 2001, o instituto busca a garantia dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes na cidade de Manaus e o fortalecimento da rede de proteção à criança e ao adolescente no Estado do Amazonas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *