Secretária Goreth Garcia Ribeiro inspeciona abrigos e destaca reestruturação na Semasdh

A secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos do município, Goreth Garcia Ribeiro, visitou e inspecionou abrigos da cidade na noite de quinta-feira (16). A ideia foi conferir de perto como está o gerenciamento destes espaços e, assim, buscar melhorias. A primeira-dama explicou que também está desenvolvendo um trabalho de reestruturação na secretaria.

gorete3

A visita começou no final da tarde e encerrou-se apenas à noite. O primeiro lugar inspecionado pela primeira-dama foi o almoxarifado da própria secretaria. No local, são armazenados donativos, como alimentos perecíveis e, ainda, materiais de expediente de uso da pasta. Goreth fez questão de verificar pessoalmente cada item no estoque do depósito e frisou que a partir de agora, adotará um sistema mais organizado para que os recursos sejam usados de forma racional e sem desperdícios.

“Nós observamos que precisa haver um controle mais rigoroso. Como exemplo, cito o próprio copo descartável, que estava sendo usado sem controle por funcionários e acabou faltando. Acho natural que cada funcionário use de forma racional seu copo sem desperdiçar dinheiro público e, consequentemente, evitar prejudicar ainda mais a natureza”, disse.

Após o almoxarifado, a secretária visitou a sede do Serviço de Acolhimento Institucional Emergencial (SAI), onde realizou doações oriundas da campanha de Natal, na qual Goreth teve o apoio de amigos e outras pessoas que acompanham e têm colaborado com o seu trabalho. “Temos chamado a atenção das pessoas sobre a possibilidade que muitas têm de contribuir”, ressaltou.

No SAI, foram entregues, ao todo, cem pacotes de fraldas descartáveis e cinquenta latas de leite, que ajudarão na alimentação e higiene dos abrigados, que somam atualmente 27 no local.

gorethe2

Durante a visita ao espaço, a primeira-dama ressaltou a dificuldade de encontrar  profissionais para atuarem nestes espaços, como cuidadores. Segundo ela, está sendo feito um esforço em busca destes profissionais.

A jornada de visitas terminou na Central de Atendimento Social Alternativo Amine Daou Lindoso, onde, além da primeira-dama, foram ouvidos os abrigados da casa. No espaço existem 24 pessoas acolhidas, que dispõem de diversos serviços gratuitos, como acompanhamento psicossocial, auxílio para inserção no mercado de trabalho e para a busca por parentes para o convívio familiar. Eles recebem também quatro refeições diárias e alojamento para dormir.

“Estamos em um processo de revisão de tudo: dos servidores, avaliando nossos quadros, vendo nossas condições de regras. Estamos reestruturando o que podemos, revendo as metodologias. Tudo com a intenção de oferecer às crianças e adolescentes o melhor. Essas crianças não podem ser mais vitimadas do que já foram”, explicou a primeira-dama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *