Seca no rio Madeira deixa Rondônia em estado de emergência

Foto:Reprodução/Agência Acre

A diminuição drástica das chuvas resultou na baixa dos níveis de rios, igarapés e reservatórios das cidades rondonienses.

governador de RondôniaConfúcio Moura, assinou nesta segunda-feira (14), o decreto de situação de emergência na região conhecida como Ponta do Abunã. No local está instalado um dos pontos de atracagem da balsa que faz a travessia de veículos que se deslocam entre Rondônia e Acre.

Foto:Reprodução/Agência Acre

O ato oficial se deu em razão do baixo nível das águas do Rio Madeira, manancial que interrompe a BR-364 na altura do distrito de Vista Alegre do Abunã, que estava com 9,78 metros nesta segunda-feira.

A diminuição drástica das chuvas resultou na baixa dos níveis de rios, igarapés e reservatórios das cidades rondonienses. Com a redução das águas do Rio Madeira, a situação se agravou ainda mais.

Nos últimos dias, caminhoneiros tiveram que aguardar até 24 horas para conseguir realizar a travessia. Bancos de areia, que se formaram no leito do rio, fizeram com que as balsas encalhassem. Filas quilométricas se formaram às margens da rodovia.

A partir do decreto realizado pelo governo de Rondônia, o Dnit poderá fazer a intervenção necessária no local, como a dragagem do rio no trecho da travessia da balsa e o aterro gradativo na região. Além disso, a ANA e o MME garantiram que a cota da usina hidrelétrica de Santo Antônio não será alterada, para não criar mais uma redução no nível do Rio Madeira.

 

Com Informações do Portal Amazônia

Be the first to comment on "Seca no rio Madeira deixa Rondônia em estado de emergência"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*