Rossieli e Pauderney anunciam que HUGV passará a oferecer o dobro de cirurgias

O Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) contará com seis novas salas de cirurgia possibilitando realizar o dobro de procedimentos. O anúncio foi feito pelo ministro da Educação Rossieli Soares e o deputado federal Pauderney Avelino (Democratas), durante visita ao hospital neste fim de semana.
“Das dez salas existentes, apenas quatro estavam sendo utilizadas. Agora, passaremos a ter a condição de realizar até 10 mil cirurgias por ano. Temos ainda a obra de Nefrologia e Hemodiálise, que deve entrar em funcionamento até o início do próximo ano”, destacou o ministro.


O HUGV é vinculado à Universidade Federal do Amazonas e à Rede Ebserh, e a iniciativa será possível por conta da contratação de mais de 40 profissionais aprovados em concurso público realizado pela Ebserh. Em abril, uma comitiva formada pelo deputado Pauderney, juntamente com o ministro Rossieli, esteve no HUGV fazendo um levantamento das pendências para colocar a unidade em pleno funcionamento.


“Estamos concluindo o compromisso que é fazer funcionar dez centros cirúrgicos, ou seja, o HUGV está duplicando a capacidade de cirurgias de 5 mil para 10 mil ao ano”, afirma Pauderney.
O parlamentar amazonense lembra que ainda está no cronograma do Ministério da Educação o funcionamento de novas alas do hospital. “Neste ano ainda vamos fazer funcionar as UTI pediátrica e neonatal, além do setor de nefrologia que é tão importante para nosso Estado”, disse o parlamentar.
O reitor da Universidade Federal do Amazonas, Sylvio Puga, esteve presente e comemorou a liberação dos recursos. “A partir destes novos investimentos, com recursos liberados pelo MEC, o HUGV ampliará a atendimento à população e quem ganha com isso, efetivamente são aqueles que aqui sempre vêm à procura do restabelecimento da sua saúde”, disse Sylvio Puga.
O presidente da Rede Ebserh, Kleber Morais, ressaltou o esforço para melhorar o atendimento de saúde à população do Amazonas, aliado ao ensino e à pesquisa. “Esta iniciativa é fruto de um trabalho da Ebserh e da governança local, sempre buscando aperfeiçoar os serviços oferecidos à população amazonense. Esse é um dia que ficará marcado por projetar o dobro de cirurgias realizadas por esse hospital”, afirmou Morais.
Participaram ainda da cerimônia o reitor da Ufam, o vice-reitor Jacob Cohen, o diretor de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior do Ministério da Educação (MEC), e o deputado federal Pauderney Avelino. Após a reunião, houve visita às instalações do Centro Cirúrgico e às obras do hospital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *