Quer identificar um psicopata? Fique de olho no que ele come

O Silêncio dos Inocentes (Divulgação)

Supermercados e bares podem ser lugares ideais para identificar um psicopata.

São Paulo – Supermercados e bares podem ser lugares ideais para identificar um psicopata. Isso porque o nosso nível de maldade se expressa também através de nossas preferências em comidas e bebidas.

Essa relação entre sabores e personalidade vem de um estudo recente da Universidade de Innsbruck, na Áustria. Das 953 pessoas que entrevistaram, aquelas com as maiores tendências antissociais e sádicas eram as maiores fãs das comidas amargas: chocolate com alta porcentagem de cacau, café, gin, água tônica e frutas cítricas são alguns dos exemplos da “dieta dos psicopatas”.

O Silêncio dos Inocentes (Divulgação)

Durante o teste, os voluntários precisavam avaliar o quanto gostavam de 40 tipos diferentes de alimentos. Em uma segunda etapa, responderam a três questionários psicológicos diferentes.

O primeiro media agressividade. O participante tinha que dizer o quanto se identificavam com frases como “Já ameacei conhecidos” e “Quando provocado, posso bater em alguém”.

O segundo exame é um dos mais famosos instrumentos da psicologia para entender a maldade. É chamado de teste da Tríade da Escuridão e mede três elementos da personalidade que compõe o estereótipo da pessoa ruim, perversa, maligna mesmo.

São eles: maquiavelianismo (“Eu tendo a manipular os outros para conseguir o que quero”), psicopatia (“Sou insensível e indiferente com frequência”) e, por último, o narcisismo (“Quero que as pessoas prestem atenção em mim”).

Por último, os pesquisadores adicionaram ao Trio do Mal o que eles chamaram de “sadismo do dia a dia”. Nesse questionário, perguntava-se ao voluntário o quanto ele concordava com frases como “Tirar sarro das pessoas é especialmente satisfatório quando elas percebem”.

Horrível, não é? Pois as pessoas que tiraram notas mais altas nesses testes, indicando traços de personalidade chamados de “malévolos” e antissociais, também eram aquelas com a maior preferência por sabores amargos.

A relação com a comida amarga era especialmente forte para os psicopatas e sadistas do dia a dia.

Para entender os resultados, os autores da pesquisa olharam para o nosso passado evolutivo. Crianças humanas tem uma preferência clara por comida doce.

Na natureza, isso faz todo sentido – doce é carboidrato, carboidrato é caloria e quanto mais calorias, maior a nossa chance de sobrevivência no mundo selvagem.

Já o gosto amargo dá um alerta para o cérebro, que aprendeu ao longo de milhares de anos a associá-lo a veneno – até seres tão simples quanto ostras têm reações negativas a esse sabor.

Uma das características renomadas dos psicopatas é que eles “não têm medo”. Ou seja, o sistema de alerta do corpo deles não dá um chilique quando identifica ameaças.

Assim, são mais frios em um momento tenso – o que só os torna mais perigosos. Pode ser exatamente por isso que conseguem curtir mais a comida amarga, já que o organismo não rejeita o gosto como faria em uma pessoa “normal”.

Guarde essa informação para a próxima vez que encontrar alguém bebendo uma gin tônica: pode ser tanto um pretexto para puxar conversa quanto um alerta para sair correndo.

 

Com Informações do Exame Abril

Be the first to comment on "Quer identificar um psicopata? Fique de olho no que ele come"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*