Produtor tem oportunidade de negociar dívidas junto ao BASA, reforça Adjuto Afonso

Foto : Ney Xavier

Foto : Ney Xavier

Produtores rurais com financiamento em atraso no Banco da Amazônia (BASA) têm a oportunidade de renegociar suas dívidas junto à instituição. A informação foi repercutida na quinta-feira, 28, pelo deputado Adjuto Afonso (PDT), no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), que tomou conhecimento da informação através da mídia local.

“Faço um registro importante para as classes produtoras do Amazonas. O Banco da Amazônia está renegociando as dívidas de produtores rurais. As agências de Coari, Carauari, Humaitá, Itacoatiara, Maués, Manacapuru, Parintins e Tefé, além das agências de Manaus, estão autorizadas a fazer essa renegociação de dívidas, com desconto que podem chegar até a 85%. O BASA em tão boa hora vem oferecer essa grande oportunidade para que produtores rurais que estão inadimplentes voltem a ser adimplentes”, destacou o parlamentar.

O deputado Adjuto Afonso parabenizou o BASA pela iniciativa de viabilizar à classe produtora a oportunidade de saldar suas dívidas. “Eu quero parabenizar e agradecer ao presidente do BASA, Marivaldo Melo, ao gerente regional aqui do Amazonas, justamente por essa oportunidade que o BASA está dando aos produtores rurais. Segundo levantamento do banco mais ou menos 29 mil produtores rurais se enquadram nesse perfil para renegociação”.

Os descontos estão de acordo com a Lei 13.340, de 28 de setembro de 2016, que permite a instituição financeira conceder rebate para liquidação, até 29 de dezembro de 2017, das operações de crédito rural referentes a uma ou mais operações do mesmo mutuário, contratadas até 31 de dezembro de 2011 com o Banco do Nordeste do Brasil S.A. ou o Banco da Amazônia S.A., com recursos oriundos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) ou do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO).

Fonte : Nívia Rodrigues (Assessoria do Deputado Adjuto Afonso)

Be the first to comment on "Produtor tem oportunidade de negociar dívidas junto ao BASA, reforça Adjuto Afonso"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*