PF prende suspeitos de enviar 60 fuzis para o RJ

Polícia quer usar fuzis apreendidos no Rio (Foto: Alessandro Ferreira/G1)

Polícia quer usar fuzis apreendidos no Rio (Foto: Alessandro Ferreira/G1)

Quatro deles, com mandado de prisão preventiva, já estavam presos no presídio de Bangu, na Zona Oeste. Mandados foram cumpridos no Rio, em Rio das Ostras e São José do Rio Preto.

A Polícia Federal cumpriu nove mandados de prisão preventiva nos municípios do Rio de Janeiro, Rio das Ostras e São José do Rio Preto contra envolvidos no envio de 60 fuzis para o aeroporto do Galeãoem junho deste ano. Cinco deles já estavam presos: quatro no Rio e um em São Paulo.

As diligências da PF no Rio para a localização dos alvos que se encontravam soltos começaram no sábado (29) e foram concluídas ontem (31). A Delegacia da PF em São José do Rio Preto, onde se encontrava um importante alvo da operação, de acordo com a Polícia, apoiou as ações naquele município. Foram expedidos também dois mandados de prisão contra um casal já identificado e que reside nos Estados Unidos.

O principal suspeito de ser o mandante do envio de fuzis, Frederik Barbieri, continua sendo procurado nos Estados Unidos. O carioca radicado em Miami é apontado pela Polícia Civil como o maior traficante de armas do país; Frederick nega a acusação.

Quando apreendido, o armamento – fuzis AK-47, AR-10 e G3 – estava escondido em aquecedores de piscina. Os modelos das armas só poderiam ser usados por tropas de elite.

Com Informações do G1 Rio de Janeiro

Be the first to comment on "PF prende suspeitos de enviar 60 fuzis para o RJ"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*