O juiz Sérgio Moro condena Eduardo Cunha a 15 anos de prisão

Ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Ex-deputado foi sentenciado pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão fraudulenta de divisas.

Ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O juiz federal Sergio Moro, responsável pelas ações da Operação Lava Jato na primeira instância, em Curitiba, condenou nesta quinta-feira o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a quinze e quatro meses de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão fraudulenta de divisas. O processo se refere ao recebimento de propina na compra do campo petrolífero de Benin, na África, pela Petrobras, em 2011.

Preso desde outubro de 2016, Cunha é acusado de ter ganhado valores que chegam a 1,5 milhão de dólares por participação no esquema. De acordo com a denúncia da procuradoria, esse montante foi “ocultado” em repasses a contas no exterior em nome de offshores ou trusts que abasteciam os cartões de crédito internacionais usados pelo parlamentar e por seus familiares. O peemedebista sempre negou as acusações.

O caso está nas mãos de Moro desde setembro do ano passado, quando o ministro falecido do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki encaminhou o processo à Justiça de primeiro grau após Cunha ser cassado no plenário da Câmara dos Deputados.

 

Com Informações do Portal Veja

Be the first to comment on "O juiz Sérgio Moro condena Eduardo Cunha a 15 anos de prisão"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*