Médicos da rede estadual anunciam paralisação para próxima semana

O presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado do Amazonas, José Bernardes Sobrinho, afirmou que, os médicos da rede estadual de Saúde, vão paralisar atendimento, na próxima quarta-feira (21), caso Governo não realize pagamento de, pelo menos três meses de salários atrasados. Segundo ele, a categoria só irá atender pacientes em situação de emergência.

O presidente do Conselho disse, que as empresas e cooperativas que prestam serviços para Secretaria de Estado da Saúde (Susam), estão com os pagamentos atrasados desde julho. A decisão de paralisar, segundo ele, foi referendada na noite de terça-feira (13).

“A partir da próxima quarta-feira (21), médicos vão deixar de fazer atendimentos ambulatoriais e eletivos, tanto clínicos como cirúrgicos. Apenas casos de urgência receberão atendimento para que não exista risco de morte”, disse o presidente.

Sobrinho afirma que o Estado está sem dinheiro para resolver esses problemas salariais em sua totalidade e que existe uma preocupação, quanto ao valor do remanejamento aprovado hoje na Assembleia Legislativa do Estado.

“Essa verba não vai ser suficiente para pagar o débito, pois o Estado deve para o fornecedor e para todas as pessoas que trabalham nos hospitais, entre médicos, enfermeiros, atendentes, maqueiros e outros funcionários.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *