Manifestação em Brasília tem confrontos e fecha ministérios

Manifestantes contra o presidente Michel Temer (PMDB) tentam avançar para o Congresso Nacional e enfrentam a PM, que responde com bombas de efeito moral.

O prédio do Ministério da Agricultura foi incendiado por manifestantes que protestam em Brasília pela saída do presidente Michel Temer (PMDB), em razão as acusações contra ele que vieram a público após a delação do empresário Joesley Batista e outros executivos do grupo JBS.

Manifestantes também tentaram invadir o Ministério da Ciência e Tecnologia. Outros ministérios foram alvos de depredação. Todos os prédios da Esplanada dos Ministérios estão sendo evacuados por questão de segurança. O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) deu início a um protocolo que prevê a liberação dos  servidores.

Fora Temer
Tumulto entre policiais e manifestantes durante ato convocado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), a Força Sindical e outros sindicatos de várias partes do Brasil – 24/05/2017 (Andressa Anholete/AFP)

A Polícia Militar está usando bombas de efeito moral contra os manifestantes que atiram e colocam fogo em objetos. Um grupo de pessoas com rostos cobertos provocam os policiais, jogando garrafas de água e pedaços de madeira contra os agentes e tentam furar a barreira colocada na Avenida das Bandeiras, em frente ao Congresso Nacional, que impede o acesso à Praça dos Três Poderes. Parlamentares da oposição criticam a atuação da polícia.

Acompanhe o desenrolar do protesto em Brasília:

16:45 – Banheiros químicos são usados como barricadas por manifestantes.

16:44 – Ministério da Cultura também tem focos de incêndio. Até o momento, três prédios estão em chamas.

16:43 – Próximos ao STF, manifestantes gritam “anulem o impeachment”. Por ora, os ministros mantêm a sessão plenária normalmente.

16:42 – No Senado, o petista e ex-cara pintada Lindbergh Farias (PT-RJ) minimiza os atos de vandalismo na Esplanada dos Ministérios. “Não sabemos quem são. Podem ser até infiltrados. Tem 50 mascarados. Ninguém prende os 50 e dispersa”.

16:38 – Fumaça é contida no Ministério da Agricultura.

16:36 – Início de incêndio é avistado no Ministério do Planejamento.

16:27 – Ministro da Defesa declara intervenção federal segundo a Garantia da Lei e da Ordem. Tropas Militares chegam ao Palácio do Itamaraty e a Esplanada dos Ministérios.

16:25 – Pelo menos cinco Ministérios foram depredados. O fogo foi ateado apenas no Ministério da Agricultura.

16:24 – Ferida com bala de borracha, manifestante recebe ajuda dos presentes.

16:22 – Ministério da Defesa é depredado.

16:20 – Manifestantes arrancaram fotos dos antigos ministros, segundo assessoria de imprensa do Ministério da Agricultura.

16:17 – Manifestantes ateiam fogo em objetos e constroem barricada em frente ao Ministério da Saúde. PM responde com bombas de gás lacrimogênio.

16:12 – Bombeiros tentam apagar fogo de prédio onde fica o Ministério de Minas e Energia e Turismo com extintores.

16:10 – Movimento na Esplanada dos Ministérios é de dispersão. Muitos manifestantes seguem na direção oposta ao Congresso Nacional, rumo a rodoviária e Estádio Mané Garrincha.

16:03 – Uma pessoa foi vítima de bala de fogo e está sendo atendida pelo SAMU. Frente ao tumulto, muitas centrais pediram que seus manifestantes se retirassem do pátio central da Esplanada dos Ministérios.

15:30 – Correria no Palácio do Planalto, com o deslocamento de pelotões de policiais para todas as entradas. Alguns manifestantes caminham em direção ao Congresso, após contornarem o bloqueio da PM.

 

Com Informações do Portal Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *