Mais de 600 armas brancas são achadas durante revistas em presídios

Operação “Varredura” realizou vistorias no Ipat e no CDPF, nesta sexta-feira (28). Drogas também foram encontradas.

O Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat) e o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF) – no km 8 da rodovia BR-174 – passaram por vistoria nesta sexta-feira (28), durante a operação “Verredura”. A ação resultou na apreensão de mais de 618 armas brancas. Além disso, 127 porções de drogas foram achas nas duas unidades.

Todos os dois presídios tiveram a aprensão de materiais proibidos. Além de armas brancas e entorpecentes, foram encontrados celulares, chips de celular, aparelhos eletrônicos, cartão de memória, pen drives, listas com nomes e valores, entre outros.

O maior número de apreensões ocorreu no Ipat. Foram 1.112 itens ilíticos encontrados, contra 90 achados no presídio feminino.

Materiais proibidos encontrados no Ipat e no CDPF

Item Ipat CDPF Total
Armas brancas e materiais perfurocortante 585 33 618
Drogas (cocaína, maconha e crack) 115 12 127
Aparelhos celulares 19 3 22
Chip de celular 9 4 13
Aparelhos eletrônicos 44 6 50
Cartão de memória 1 0 1
Pendrive 9 0 1
Listas com nomes e valores 183 19 202
Outros 147 13 160

Fonte: G1 AM

A operação começou por volta de 5 horas e contou com o apoio do Comando Militar da Amazônia, além das forças de segurança do estado, por meio da Secretaria de Seurança Pública do Amazonas (SSP-AM), e da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

O secretário de segurança pública do Amazonas, Sérgio Fontes, disse que impedir a entrada dos materiais ilícitos nas cadeias, como drogas, celulares e armas, só será possível com a chegada de novos equipamentos.

Com Informações do G1 Amazonas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *