Luta pela garantia dos direitos dos povos indígenas ganha destaque na Aleam

Em sessão especial que homenageou aos povos indígenas, realizada nesta quarta-feira (24), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o destaque foi a luta pela garantia dos direitos dos indígenas, como a inclusão social, respeito, acesso aos serviços públicos em geral e valorização da comunidade indígena. A Sessão foi proposta pelo presidente da Casa, deputado estadual Josué Neto (PSD).

O deputado Saullo Vianna (PPS) representou Josué Neto na solenidade. O presidente da Casa está em Brasília defendendo interesses da Zona Franca de Manaus (ZFM) junto com outros parlamentares.

Em pronunciamento, o cacique Jair Miranha agradeceu a homenagem aos defensores da floresta e pediu que a Aleam ofereça apoio aos povos na busca pela criação de políticas públicas concretas, como a moradia habitacional indígena e o fortalecimento das instituições que representam e defendem os povos indígenas. Outro representante dos povos, o presidente da Coordenação das Organizações e Povos Indígenas do Amazonas (Coipam), Zenilton Mura enfatizou que o dia do índio é todo o dia.

“Esses povos precisam ser lembrado diariamente, pois eles estão em todos os lugares, na aldeia, nos centros urbanos e nos municípios do interior do Amazonas. Essa é uma homenagem justa e por isso, também parabenizo o deputado Josué pela iniciativa”, disse Zenilton.

O procurador da República, Fernando Merloto Soave, que representou o Ministério Público Federal do Amazonas (MPF-AM), e atua na defesa das populações indígenas e comunidades tradicionais também se pronunciou e parabenizou a Casa Legislativa pela aprovação da Emenda Constitucional do Estado nº 102/2018, que destina 0,5% para a promoção dos direitos dos povos indígenas.

Participaram do evento aproximadamente 200 indígenas, além de representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai), Coipam, Prefeitura de Manaus, Governo do Amazonas, MPF-AM, Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Após a solenidade, Saullo Vianna disse que a Casa está à disposição para viabilizar a execução das emendas impositivas voltadas para o atendimento da comunidade indígena e destinar emendas ao Orçamento 2020.

Para Josué Neto, a Aleam cumpre um dever que é homenagear os povos indígenas como uma forma de lembrar as verdadeiras raízes do povo brasileiro. “Ficamos muito felizes em realizar essa sessão a um povo tão importante para o nosso país, que faz e sempre fará parte da nossa história. É preciso união para defender a população indígena e realmente atender as suas necessidades. Esta Casa está à disposição dos nossos irmãos”, disse Josué.


Foto: Joel Arthurs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *