Leilão da Amazonas Energia é adiado mais uma vez

O leilão de privatização da Amazonas Energia, distribuidora de energia da Eletrobras no Amazonas, marcado para quinta-feira, 25 de outubro, foi adiado para 27 de novembro, segundo informou o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), responsável pelo certame. De acordo com a Eletrobras, o motivo do adiamento é para que a empresa possa ultimar as tratativas de negociação das garantias com fornecedores de combustíveis.

Em comunicado ao mercado, a empresa disse que atendeu a um pedido do Ministério de Minas e Energia (MME). Na última quarta-feira,18 de outubro, dois dias após o Senado ter derrubado o projeto de lei que facilitava a privatização das distribuidoras de energia da Eletrobras, o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, disse que manteria o leilão. Na ocasião, os três senadores do Amazonas foram à tribuna se posicionar contra o projeto, argumentando que a energia ficaria mais cara para os consumidores amazonenses.

 

Imagem: Reprodução internet

 

O ministro argumentou que o projeto não era autorizativo para a venda das empresas, mas, sim, criava “mais atrativos” para os possíveis interessados. O anúncio da manutenção do certame foi feito durante a cerimônia de assinatura do contrato de concessão da Companhia Energética do Piauí (Cepisa), primeira das seis distribuidoras da Eletrobras a ser vendida, no mês de julho.

Esta é a segunda vez que o leilão da Amazonas Energia é adiado. Agora, o leilão está marcado para ocorrer às 10h do dia 27 de novembro, com previsão de entrega de proposta para o dia 21 de novembro, das 14h às 17h.

 

 

 

Texto: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *