Lava Jato denuncia Dirceu no dia em que STF decide sobre soltura do petista

José

Uma semana após o STF (Supremo Tribunal Federal) iniciar o julgamento de pedido de liberdade provisória (habeas corpus) de José Dirceu, o Ministério Público Federal no Paraná apresentou nesta terça (2) denúncia contra o ex-ministro sob a acusação de recebimento de propina.

José Dirceu – Foto: Paulo Lisboa / Brazil Photo Press / Folhapress

Em entrevista coletiva, o procurador Deltan Dallagnol afirmou que a denúncia já estava sendo “elaborada e amadurecida”, mas, em razão da análise do habeas corpus pelo STF, “houve a precipitação” de sua apresentação. O objetivo foi trazer à tona novos elementos, “que podem ser ou não considerados pelo Supremo” para decidir sobre o pedido de liberdade.

Não foi feito, no entanto, novo pedido de prisão preventiva contra o ex-ministro.

Segundo a Procuradoria, Dirceu recebeu cerca de R$ 2,4 milhões das empreiteiras UTC e Engevix a partir de contratos com a Petrobras entre 2011 e 2014 – antes, durante e depois do julgamento do mensalão.

Outras quatro pessoas também foram denunciadas, entre elas o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. A acusação diz que houve 33 crimes de lavagem de dinheiro para permitir o recebimento das quantias por Dirceu.

A denúncia descreve pagamentos de propina a uma assessoria de comunicação que prestava serviços para o ex-ministro, que não conseguia pagar as despesas.

Dirceu já foi condenado duas vezes pelo juiz Sergio Moro, que conduz a Lava Jato no Paraná, a 32 anos de prisão, mas as apelações ainda não foram analisadas pelo Tribunal Regional Federal. Ele foi preso em 3 de agosto de 2015.

O pedido habeas corpus é julgado pela Segunda Turma do Supremo. Na última semana, os ministros deram liberdade a dois condenados por Moro: João Carlos Genu, ex-assessor do PP, e José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

Com Informações da Folha de São Paulo

Be the first to comment on "Lava Jato denuncia Dirceu no dia em que STF decide sobre soltura do petista"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*