Josué Neto pede apoio das Forças Amadas em defesa do modelo Zona Franca de Manaus

“Esta Casa está pedindo o apoio das Forças Armadas para preservar, não só a Amazônia, mas para preservar o nosso modelo econômico da Zona Franca de Manaus”. A declaração é do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Josué Neto, durante Sessão Especial realizada na tarde desta terça-feira (30) em homenagem ao Dia do Exército Brasileiro, com a presença do Comandante Militar da Amazônia (CMA), General Cesar Augusto Nardi.

 

Para o presidente da Assembleia os homens e mulheres das forças armadas precisam levar para o resto do país a mensagem de que a Zona Franca de Manaus é vital para a economia de todo o país e não só do povo amazonense.

 

“É preciso que o Brasil se identifique com a Amazônia: eu moro na Amazônia, entendo e sei o quanto o modelo econômico daquela região é importante para aquela população. Importante para que a gente defenda o maior patrimônio da biodiversidade do planeta. Não vale a pena termos apenas homens que querem defender a Amazônia, mas também o modelo econômico que mantém a Amazônia. Temos 84 mil homens e mulheres trabalhando na ZFM e aí a gente olha para os demais estados da Amazônia e vemos não tem mais a cobertura florestal que se tem no estado do Amazonas. Essa é a diferença da preservação do Amazonas comparando com os demais estados do Norte”, afirmou Josué Neto.

 

Josué Neto agradeceu a presença das Forças Armadas no Amazonas por sempre atenderem às necessidades do povo ribeirinho.

 

“Entrei nesta Casa em fevereiro de 2007 e em todos os anos estamos homenageando, agradecendo as nossas Forças Armadas e hoje em especial, o Exército Brasileiro.  É um momento de sempre agradecer pelo trabalho social que o Exército faz juntamente com a Marinha e Aeronáutica, junto ao povo ribeirinho, enviando médicos, alimentos, ajudando na seca da Amazônia, na cheia que acontece todos os anos e trás vários problemas. O Exército junto com os Bombeiros, Defesa Civil, sempre participando do dia a dia da Amazônia”, disse.

 

Foto:  Joel Arthus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *