‘Investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento podem ser alternativa para o Amazonas’, diz Alessandra Campelo

Investir em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) para melhorar a produção agrícola e de pescados no Amazonas deve ser uma das alternativas que a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) pode usar como estratégia para fortalecer o Estado. A possibilidade foi apresentada pela deputada Alessandra Campêlo (MDB), vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, durante conversa com o novo superintendente da autarquia, Coronel Alfredo Menezes.

De acordo com a parlamentar, a Suframa tem o papel fundamental de ajudar a elaborar e desenvolver alternativas econômicas para a Região Amazônica. “Deve existir o fomento em pesquisa para que nós possamos ter uma melhor produção agrícola e de pescados, pois hoje, somos importadores de peixe. Isso tudo precisa ser desenvolvido, assim como o pólo de extração mineral e várias potencialidades do nosso Estado”, disse a parlamentar.

Durante conversa com o novo superintendente da Suframa, no plenário Ruy Araújo, Alessandra expressou a alegria em afirmar que acredita que a nova gestão da autarquia vai buscar alternativas para o desenvolvimento econômico do Estado.

“Cabe a Suframa ainda, capitanear a luta pela BR-319. Pois precisamos disso para a integração nacional. A Suframa tem que voltar a ser protagonista. A Suframa é do posso brasileiro”, destacou a deputada.

Alessandra disse que acredita que o novo superintendente de Suframa vai fazer um excelente trabalho no comando da autarquia.

“Acredito que o novo superintendente vai trazer de volta a força que a Suframa já teve, pois a autarquia foi criada com a intenção de ser a fomentadora, articuladora, a mola propulsora do desenvolvimento regional”, destacou a parlamentar.

A vice-presidente da ALEAM disse ainda que a Suframa tem o papel fundamental de ajudar a povoar e a desenvolver a região. Entretanto, conforme a deputada, a Suframa não foi criada para ser a única forma de desenvolvimento local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *