Homem é preso e adolescente é apreendida suspeitos de torturar e matar idosa

Uma adolescente de 16 anos foi apreendida e um jovem de 21 foi preso pela Polícia Civil, na tarde quarta-feira (10), em Manaus. A dupla é suspeita de tortura, matar e roubar a comerciante idosa Lely Braga de Almeida, de 83 anos. A adolescente é vizinha da vítima e teria invadido a casa para roubar dinheiro de um cofre. O crime ocorreu em dezembro do ano passado, na Zona Norte de Manaus.

A prisão de Eliomar da Silva Fonseca, 21 anos, conhecido como “Leleco”, e apreensão da adolescente foram efetuadas na Rua São Miguel de Tucumã, no bairro Colônia Terra Nova. A rua é a mesma via onde fica localizada casa da vítima.

Adolescente teria planejado e executado crime juntamente com Eliomar Fonseca (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Segundo o delegado Adriano Felix, titular da Derfd, a dupla tem envolvimento direto no latrocínio (roubo seguido de morte) da idosa. Os dois teriam pulado o muro da residência da idosa. No dia do crime, os dois utilizaram máscaras, com o intuito de não serem identificados.

“Eles planejaram durante dois meses praticar o roubo dessa senhora. No dia 22 de dezembro, por volta das 6h, pularam o muro pela parte de trás e permaneceram durante 30 minutos no quintal. A vítima criava algumas galinhas no quintal do comércio e da residência. Quando a idosa foi ao quintal, a menor agarrou a senhora, ela caiu no chão e eles amarraram”, contou o delegado.

A polícia afirma que a dupla torturou a idosa, causando a morte da comerciante. Eles conseguiram roubar R$ 500 no imóvel.

“Eles enforcaram e deram socos no rosto da vítima”, contou Adriano Felix.

A forma brutal com que a idosa foi torturada pela adolescente, que era vizinha dela, gerou revolta da família da vítima.

“Minha avó era uma pessoa muito boa e ajudava as pessoas, inclusive a família dessa vizinha. Ela dava água do poço para família. Saber que foi ela que fez isso, choca muito. Eles não entraram lá só para roubar, entraram para matar e fizeram isso da pior forma”, desabafou a neta, a servidora pública Adriane Freire, de 30 anos.

A equipe de investigação da DERFD conseguiu identificar os suspeitos após receber uma denúncia anônima por meio do disque-denúncia (99148-5290).

O mandado de prisão preventiva por latrocínio contra Eliomar Fonseca foi expedido pela justiça. Ele será encaminhado para Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Durante coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira (11), o suspeito disse que não tinha intenção de matar idosa, mas não soube justificar porque a vítima agredida brutalmente.

A adolescente será encaminhada para Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), onde responderá por ato infracional análogo ao crime latrocínio.

A família da vítima realizou manifestação na delegacia. “Se ela for solta é uma ameaça para toda sociedade. A prisão deles não vai trazer minha avó de voltar, mas eles representam uma ameaça para todos”, afirmou neta.

 

Com Informações do G1 Amazonas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *