Governo do Amazonas condecora 325 policiais militares que se destacaram no atendimento de ocorrências em 2017

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) condecorou, na noite desta quinta-feira, 28 de dezembro, 325 policiais militares que obtiveram atuação considerada de destaque no atendimento de ocorrências e em operações de segurança em 2017. As medalhas foram entregues pelo governador em exercício e secretário de Segurança, Bosco Saraiva, durante a tradicional solenidade militar alusiva ao retorno da tropa da Guerra de Canudos, que ocorreu no Comando-Geral da PM, no Petrópolis, zona sul de Manaus.

Do evento, participaram autoridades do poder judiciário, das forças armadas, membros da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e outras autoridades que contribuíram com avanços em projetos desenvolvidos pela PMAM neste ano. Ao lado do comandante-geral da Polícia Militar, coronel David Brandão, Bosco Saraiva defendeu a atuação dos policiais amazonenses. Disse que eles enfrentam adversidades, limitações técnicas e geográficas e conseguem vencer, diariamente, o crime.

“A condecoração dá conta da importância de feitos de policiais e a contribuição de autoridades para a segurança pública do nosso Estado e a Polícia Militar de uma forma geral. É muito bom reconhecer os policiais que atuaram com denodo e valentia e que conseguiram, pela sua dedicação, atos heroicos em favor da população”, afirmou Bosco Saraiva.

Fotos: Bruno Zanardo/Secom

Com a noite de homenagens, a PMAM relembra a atuação da tropa heroica que participou, entre os anos de 1896 e 1897, da Guerra de Canudos, na Bahia, e destaca o trabalho dos policiais de hoje. “Estamos homenageando aqueles policiais, praças e oficiais, que se destacaram em várias ocorrências de relevância, ajudando a diminuir todos os índices nesses últimos dois meses. É o reconhecimento homologado pelo senhor governador Amazonino Mendes aos nossos bravos heróis”, enfatizou o coronel David Brandão.

Durante a solenidade, foram entregues as medalhas Cândido Mariano, que laureou 110 policiais militares, 24 oficiais das forças armadas e outras coirmãs, e 23 autoridades civis. Entre elas, a presidente de honra do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza, Mônica Mendes, o delegado-geral da Polícia Civil, Mariolino Brito, o delegado adjunto, Antônio Chicre, a corregedora-geral do Sistema de Segurança, Iris Trevisan, e o secretário de Inteligência, Herbert Ferreira Lopes.

Com a medalha “Ação Policial Militar Tenente Edilson Matias Barbosa”, foram homenageados 215 policiais militares. Um desfile de representantes do grupo aconteceu durante a solenidade. “O governador Amazonino prima pela união das forças, das corporações e o reconhecimento da bravura e valor desses homens”, acrescentou Bosco Saraiva.

Homenagem a tropa de canudos – O Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas homenageou os policiais do antigo Regimento Militar do Estado, reconhecidos pela Corporação Militar como Heróis de Canudos, os quais entre os anos de 1896 e 1897 lutaram ao lado de soldados do Exército no sertão da Bahia.

A homenagem é uma das tradições na agenda anual da Polícia Militar. Na ocasião, a tropa de policiais militares desfilou entoando a canção da Polícia Militar, demonstrando todo respeito, civismo e consideração aos militares que sedimentaram a bravura e o compromisso da família miliciana com a sociedade amazonense.

Contexto Histórico – A “Guerra de Canudos” foi um movimento armado ocorrido nas proximidades do povoado de Canudos, no interior da Bahia, onde Antônio Conselheiro e centenas de jagunços lutavam contra a presença do Exército Brasileiro e Forças Púbicas de Segurança, atentando contra a ordem estabelecida no país nos primeiros momentos da República, nos últimos anos do século 19.

O 1º Batalhão de Infantaria da Polícia Militar do Amazonas, na época um pequeno, mas bem preparado grupo miliciano, comandado pelo tenente-coronel PM Cândido Mariano, foi destacado para a luta, na qual, em combate, dezenas perderam a vida em nome da honra e dignidade da briosa Instituição, que alicerçada nestes pilares se mantém sempre apta e pronta para qualquer ação em favor do Amazonas e do Brasil, por conseguinte em qualquer ocasião.

Memorial – A memória dos fatos ocorridos naqueles dias está exposta no Museu Tiradentes, localizado no Palacete Provincial, Centro de Manaus, onde está, por exemplo, a Bandeira Brasileira bordada a ouro e prata por senhoras da sociedade paraense e presenteada aos policiais militares do Amazonas quando os mesmos passaram por Belém, em forma de homenagem e agradecimento aos heróis mortos na Bahia.

Com informações da Assessoria da SSP-AM

 

 

Be the first to comment on "Governo do Amazonas condecora 325 policiais militares que se destacaram no atendimento de ocorrências em 2017"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*