Ex-presidiário é amarrado e morto a tiros

Crime ocorreu na Zona Norte de Manaus (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Crime ocorreu, por volta das 23h30, em um beco na Zona Norte de Manaus.

Um ex-presidiário, de 20 anos, foi assassinado a tiros de arma de fogo na noite dessa quarta-feira (30), no bairro Santa Etelvina, na Zona Norte de Manaus. A Polícia Civil suspeita que o jovem foi atraído para uma emboscada. Momentos antes do crime o jovem confraternizava com três homens que o amarraram e mataram com três tiros na cabeça.

Crime ocorreu na Zona Norte de Manaus (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

O crime ocorreu, por volta das 23h30, em um beco entre duas residências, na rua Nelsom Bezerra.

Segundo a Polícia Civil, o ex-presidiário recebeu um convite para ingerir bebidas alcoólicas por telefone e foi se encontrar com outros três homens.

Testemunhas relataram à polícia que ele passou a quarta-feira na companhia do trio. À noite, o ex-presidiário France Tavares da Silva foi com os amigos para um beco onde não havia iluminação. A polícia suspeita que no local ex-presidiário foi atingido por uma paulada na cabeça e tenha ficado desacordado. O jovem teve as pernas e as mãos do amarradas com cordas. Ele foi atingido por três tiros na cabeça. A vítima morreu no local.

Moradores relataram à polícia que, após os disparos, viram os três homens saindo do beco e fugindo do local.

O corpo foi encontrado pelos moradores que acionaram a Polícia Militar (PM). O corpo foi resgatado pelo Instituto Médico-Legal (IML) e peritos do Instituto de Criminalística recolheram dados para o inquérito policial.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o assassinato e acredita que o homem tenha caído em uma emboscada.

O jovem morto já tinha sido preso em flagrante por tráfico de drogas no ano passado e teve prisão preventiva revogada ainda em março de 2016. Ele aguardava em liberdade a realização de audiência de instrução e julgamento prevista para abril de 2018.

A Polícia Civil suspeita que o ex-presidiário estava com dívidas com traficantes e estava sendo ameaçado de morte. O celular do ex-presidiário foi levado pelo trio.

De acordo com a DEHS, familiares não quiseram dar detalhes da vida do jovem.

O G1 procurou familiares da vítima para falar sobre o caso, mas nenhum familiar foi localizado na casa onde a vítima morava.

 

 Com Informações do G1 Amazonas

Be the first to comment on "Ex-presidiário é amarrado e morto a tiros"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*