Com a cassação de Adail, 2º colocado nas eleições de Coari promete brigar por vaga

Com a oficialização da cassação do mandato do prefeito afastado de Coari, Adail Pinheiro, o advogado Flávio Britto, da chapa ‘Coligação Coari tem Jeito’, segunda colocada das eleições de 2012, entra nesta quinta-feira (19) com uma petição junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para o cumprimento imediato do acórdão.

Adail-PinheiroAgora, o advogado da ‘Coligação Coari tem Jeito’ espera que o TSE dê providências para que o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) dê posse ao segundo colocado nas eleições do município, Raimundo Magalhães, e seu vice, Clemente Josino da Silva.

O TSE publicou na edição de hoje do Diário da Justiça Eletrônico o acórdão do julgamento sobre a cassação de Adail Pinheiro. A publicação é referente ao processo que cassou o mandato em dezembro do ano passado.

A maioria dos ministros do tribunal decidiu pela impugnação do registro de candidatura da chapa vencedora em 2012, formada por Adail Pinheiro e pelo vice Igson Monteiro – que renunciou em janeiro -, acolhendo o recurso do Ministério Público Eleitoral e da ‘Coligação Coari tem Jeito’.

A defesa pode ainda entrar com recurso.

Ontem (18), o vereador Iram Medeiros (DEM) foi eleitonovo presidente da Câmara Municipal de Coari, mas com a disposição de Raimundo Magalhães, não deve assumir a vaga de prefeito, conforme se cogitava, uma vez que o acordão de cassação já foi publicado.

Apenas oito dos 15 vereadores do município participaram da sessão, que escolheu para a vaga de vice-presidente da câmara Salustino Júnior (PMDB).

A eleição na Câmara de Coari foi determinada na última terça-feira (17), pelo desembargador Rafael Romano, que acatou um mandado de segurança apresentado pelos oito parlamentares presentes à sessão.

Be the first to comment on "Com a cassação de Adail, 2º colocado nas eleições de Coari promete brigar por vaga"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*