Chico Preto propõe investimentos no turismo de Manaus

O vereador Chico Preto (PMN) ocupou a tribuna da Câmara Municipal de Manaus (CMM) nesta quarta-feira (24), para sugerir à Prefeitura ações para desenvolver as potencialidades turísticas da cidade. Entre as sugestões apresentadas foi a realização de parcerias público-privadas para a instalação de internet Wi-Fi em pontos turísticos como a Ponta Negra, Largo de São Sebastião e Praça da Matriz, além da criação de um filme mostrando as riquezas naturais e gastronômicas da cidade para ser veiculado no Netflix.

“O turismo certamente é um caminho que não exploramos na sua totalidade, e é uma ferramenta capaz de gerar muitos postos de trabalho de maneira rápida. Nós precisamos apenas divulgar nossas potencialidades e produzir alguns arranjos que nos permitam trazer um maior número de cidadãos brasileiros e estrangeiros a nos conhecer. No entanto, para que o turismo aconteça verdadeiramente algumas providências precisam ser tomadas a partir de já. E aí entra a Prefeitura para criar parcerias público-privadas, como por exemplo de sinal de internet na Ponta Negra para turista bater foto. O Wi-Fi parece ser pouca coisa, mas é um ponto fundamental para uma cidade que quer explorar o turismo”, destacou.

Chico Preto lembrou que a Prefeitura gastou mais de R$ 400 milhões em publicidade e propaganda em seis anos, mas o investimento não deu nenhum retorno financeiro para a cidade.

“Produzir um vídeo sobre Manaus para o Netflix é muito mais barato do que a Prefeitura gasta com publicidade todos os anos, e isso seria capaz de atrair turistas. Um vídeo sobre o encontro das águas, sobre o tacacá, sobre as comidas de rua, sobre o Adolpho Lisboa, sobre nossas belezas. Isso faria uma diferença significativa para o turismo”, afirmou.

O vereador sugeriu, também, a criação de um aplicativo que ofereça aos visitantes da cidade informações sobre roteiros turísticos, restaurantes, boates e a programação cultural de Manaus.

“Estive em Medelín e Bogotá, na Colômbia, e quando saltei no aeroporto já haviam orientações para baixar um aplicativo. Ali se encontra todos os restaures, a programação cultural e roteiros turísticos. Está faltando ousadia e enxergar além”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *