Cheia causa prejuízo de mais de R$ 130 milhões em produção agrícola

Manacapuru, Manaquiri e Iranduba estão entre municípios mais afetados. Banana e mamão são produtos que tiveram maior prejuízo.

Com a cheia dos rios, 43 municípios já tiveram perda de mais de R$ 130 milhões em produção agrícola no Amazonas, segundo dados levantados pela Insituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) até o dia 12 de junho. Manacapuru, Manaquiri e Iranduba estão entre os municípios mais afetados. Banana e mamão são os produtos que tiveram maior prejuízo.

Produção de banana teve perda de R$ 50.956.000 devido enchentes dos rios em decorrência da cheia no Amazonas. (Foto: Suelen Gonçalves/G1 AM)

De acordo com os dados divulgados pelo Idam, o número total foi levantado a partir das perdas de 43 municípios em estado de emergência e alerta no Amazonas. Manacapuru foi o município que mais teve prejuízo, conforme o Instituto, com um déficit de R$ 62.315.816,00.

O segundo município que mais sofreu com a cheia em produção agrícola foi Manaquiri, com R$ 33.965.860,00. Iranduba também teve um alto índice de perda, com R$ 20.322.022,40.

Entre os produtos cultivados nos municípios, a banana aparece como a que mais teve perda, com R$ 50.956.000 devido enchentes dos rios em decorrência da cheia. O mamão aparece em segundo, com perda de R$ 24.895.125,00 e, em seguida, a produção de maracujá, com R$ 14.517.000,00.

Mais da metade das cidades do Amazonas decretaram situação de emergência em razão da cheia dos rios este ano no estado. Das 62 cidades, 39 estão na lista de emergência, de acordo com a Defesa Civil do Estado.

No interior do Estado, casas estão submersas, ruas e escolas estão inundadas. A Defesa Civil estima que 62.069 mil pessoas são afetadas pela subida do nível das águas.

 

Com Informações do G1 Amazonas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *