Chefe de facção preso no RJ desembarca em Manaus

Kaio Wellington Cardoso dos Santos, vulgo Mano Kaio era um dos criminosos mais procurados do norte do país.

O chefe da facção Família do Norte Kaio Wellington Cardoso dos Santos, vulgo Mano Kaio ou Kaio da 40, preso na sexta-feira (18) no Rio de Janeiro, desembarcou no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes em Manaus na tarde desta terça (22). Kaio era um dos criminosos mais procurados do norte do país.

Wellington Cardoso dos Santos, vulgo Mano Kaio ou Kaio da 40 (Foto: Patrick Marques/G1 AM)

De acordo com a polícia, Kaio é apontado como o responsável pelo início de uma guerra sangrenta por poder no Amazonas que levou à morte mais de 60 pessoas apenas no primeiro semestre deste ano. Esquartejou o Frankinho da 40, que era o principal traficante de drogas do Amazonas e matou dezenas de outros criminosos.

O infrator desembarcou na capital amazonense por volta das 15h (16h pelo horário de Brasilia) sob escolta de policiais. O delegado Juan Valério disse que o local para onde ele será levado ficará sob sigilo por questões de segurança.

“Nos deslocamos para o Rio de Janeiro desde sábado (19), para esta operação iniciada pela DEHS e com apoio da Força Nacional e a Polícia Civil do Rio de Janeiro. Fizemos a prisão. Ele estava na Polinter, aguardando a nossa chegada”, disse o delegado.

Ainda conforme Valério, Kaio mantinha contato com membros do Comando Vermelho, na Favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro. “Ele tem muitas informações. Não só do tráfico aqui no Amazonas, mas do Rio de Janeiro também. Na segunda (21), realizamos uma operação conjunta e apreendemos 300 kgs de maconha e armas, com informações que o Kaio tinha”, explicou.

O delegado explicou, ainda, que Kaio é foragido do sistema prisional do Amazonas desde de 2014, quando fugiu junto com Gelson Lima Carnaúba. Ele tem envolvimento direto em, pelo menos, dez assassinatos e ligação com outros 50 crimes dessa natureza.

“Kaio foi para o Ceará e foi preso lá também, mas também havia fugido. Voltou para o Amazonas e depois de fazer toda essa situação de guerra do tráfico no nosso estado, ele foi para o Rio de Janeiro, no Rio das Ostras”, disse.

Prisão no Rio

Kaio estava em Rio das Ostras, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Segundo as investigações, foi possível perceber que, nos últimos meses, Kaio estava no Rio de Janeiro negociando armas, munições e drogas com criminosos, principalmente com lideranças do Jacarezinho, local que vem sendo alvo de operações constantes e tiroteios há mais de uma semana. Do Rio de Janeiro, ordenava execuções de dezenas de pessoas no Amazonas.

A investigação de dois meses e a prisão foi realizada em ação conjunta da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (DESARME) do Rio de Janeiro e da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros do Amazonas (DEHS), com o apoio da Força Nacional.

 

Com Informações do G1 Amazonas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *