Capitão Alberto Neto quer implementar modelo de sistema penitenciário do Rio Grande do Norte no Amazonas

O deputado federal eleito Alberto Neto quer implementar nos presídios do Amazonas o mesmo modelo de gestão adotado no presídio de Alcaçuz, no Rio Frande do Norte. O capitão visitou a unidade, onde foi recebido pelo secretário de Justiça e Cidadania do estado,  Luis Mauro de Albuquerque.

“Podemos perceber que o presídio está totalmente doutrinado pelo Estado, os presos cantam o hino nacional, prestam continência e adotam as regras. Vale ressaltar que foram adotadas medidas como a teoria da janela quebrada, que consiste que: os objetos, materiais, parede, piso, e toda a estrutura da penitenciária estejam totalmente limpos e higienizados. E também a tolerância zero, fez besteira? Terá que pagar pelo erro, através da aplicação medidas disciplinares”, explicou Alberto neto, que também é capitão da Policia Militar (PM).

O presídio do Rio Grande do Norte passou por reforma e o novo modelo que foi adotado após a série de rebeliões e assassinatos no ano de 2017.  “Todas essas mudanças trouxeram mais segurança, diminuindo assim as chances de acontecer qualquer tipo de rebelião ou ação por parte dos presos. É minha missão enquanto Deputado Federal, trazer para o nosso Estado essa experiência e implementar esse modelo em nossos presídios. Para que nossa população e agentes penitenciários possam ter mais segurança e respeito”, afirmou.

Veja o vídeo da visita:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *