Candidato apoiado pela prefeita de Pauini tem baixo desempenho eleitoral

Foto - Reprodução Internet

Amazonino Mendes teve 56,46% dos votos válidos em Pauini, enquanto o Senador Eduardo Braga teve 35,22%. Os votos apurados foram 5.452, votos válidos 5.269, votos em branco 43, votos nulos 140, totalizando 29 sessões, sendo que a abstenção foi de 4.341 eleitores.

O resultado das eleições para governador do Amazonas em Pauini (distante 923 quilômetros de Manaus em linha reta) mostraram o enfraquecimento político da atual prefeita Eliana Amorim. O candidato apoiado por ela obteve 25,7%, ou seja menos dos votos em que ela obteve nas últimas eleições para prefeito em 2016.

Foto – Reprodução Internet

A diferença entre os votos de Amazonino Mendes e Eduardo Braga ficou acima da média estadual. A fraca campanha realizada pelo grupo político da prefeita de Pauini, em apoio à candidatura de Eduardo Braga é de oportunismo político, comum às lideranças políticas da região. Nas últimas eleições para governador o ex-prefeito José Vicente Amorim, esposo da prefeita começou apoiando o ex-governador José Melo (Prós) e nos últimos dias de campanha declarou apoio a Eduardo Braga, isso gerou um conflito político com o então o José Melo . Outra explicação possível é o baixo desempenho eleitoral do candidato apoiado pela  prefeita e a avaliação negativa de seu governo que faz parte da população pauiniense.

A garantia dada pela prefeita é de que o município teria recebido 26 milhões de reais por não se confirmar por duas razões: A primeira pelo fato de que ela garantiu o que não poderia garantir tratando de promessas de recursos como se fossem efetivamente disponibilizados pelo município. A segunda pelo fato de que seu governo poderá, de fato, ser o primeiro de oposição, o que dificultará o acesso de recursos do governo estadual isso se as eleições para governador  tivessem ocorrido somente em Pauini. A fraca votação recebida por Eduardo Braga reflete a crise política que enfrenta o governo local, que não foi capaz de convencer seus eleitores a votarem no candidato que defendeu.

Ao que tudo indica, confirmada a tendência atual é que Eliana Amorim fará um governo de oposição ao candidato Amazonino Mendes.

O candidato Amazonino Mendes (PDT) líder da coligação “Movimento pela Reconstrução do Amazonas” teve em Pauini o apoio das principais lideranças de oposição ao governo local dentre elas,  o ex-prefeito Antônio Justo Salvador (Torado), e os candidatos a prefeito nas últimas eleições Francisco das Chagas Alves (Chagas Louro) e Renato Afonso, irmão do Deputado Estadual Adjuto Afonso (PDT).

Destaca-se ainda o alto grau de abstenção dos eleitores que chegou a 44,33%. Este percentual somando os brancos e nulos mostra que quase a metade dos eleitores de Pauini por uma ou outra razão não quiseram participar do processo eleitoral, ou não indo as urnas ou não votando em nenhum dos candidatos apresentados.

 

Matéria: Romário Vieira / Portal do Amazonas 

Be the first to comment on "Candidato apoiado pela prefeita de Pauini tem baixo desempenho eleitoral"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*