Amores que Voam !!!

Prometi para uma leitora que escreveria sobre a história dela. E diferente do feriado prolongado, não fiquei só na promessa.

Então,vamos falar de amor? Mas, uma modalidade de amor um tanto diferente e complexa. A menina tem mania de se apaixonar por homens na ponte aérea, ou seja, aqueles que já chegam com um carimbo enorme no coração. Carimbo com a data da partida.

Sou Lene Campos, Consultora de Seguros, Estudante de Marketing. Trinta e poucos anos, Solteira por falta de opção Sagitariana, Apaixonada por Gatos e histórias divertidas. E nas horas vagas, escrevo aqui.
Sou Lene Campos, Consultora de Seguros,
Estudante de Marketing.
Trinta e poucos anos,
Solteira por falta de opção
Sagitariana,
Apaixonada por Gatos e histórias divertidas.
E nas horas vagas, escrevo aqui.

Imagina você conhecer um belo homem: atraente, interessante e que faz você ter um lindo final de semana. Porém, não te esquece do carimbo…. rsrsrsrsrsrs
Pois no máximo, até segunda ele ainda está na mesma cidade.

Ou aqueles que você conhece no bate papo desses Apps e que sempre deixam claro: estou de passagem!!

Minha querida leitora,eu imagino que essa situação não seja aquilo que você sonhou pra sua linda vida amorosa ou sexual. Acredito que você queira mais,não é mesmo?

Sexo casual é ótimo. Mas como o nome já diz: deve ser de vez em quando. E não podemos fazer disso,uma rotina.
Se rotina normal já nos faz mal,i magina aquelas com muitas despedidas. Chato demais!

Que tal mudar o foco?
Que tal tentar com alguém que você sabe que não tem viagem marcada?
Que tal se arriscar num amor genuinamente amazonense?

Toda Mulher passa por essas fases.
Tem fase que só pinta homem comprometido: você acha o cara incrível, mas depois fica sabendo que alguma sortuda fisgou primeiro.
Tem a fase que você só se depara com cafajestes.
Tem a fase que os “meninos mais novos” te perseguem.
E claro, a fase dos viajantes.

Não sei se você já passou por todas elas ou por alguma delas. Até porque admitir certas coisas, precisa ser Mulher com M maiúsculo.
Admitir que já foi a outra, que foi enganada. Que pegou um menino de 20. E que deu pro cara que viajou na segunda de manhã não é fácil.

Mas saiba que viver é arriscar-se. Jogar-se do precipício, como você citou no e-mail. Porém, se tiver alguém lá embaixo,de braços abertos esperando você,isso vai tornar a vida mais feliz. Mais completa!

Quem me conhece a fundo sabe, que sou super moderna. Porém, no amor, eu não abro mão da continuidade. Não abro mão do dia seguinte. Da semana seguinte! E do próximo mês, porquê não??
Isso explica o fato de eu passar meses sem sexo.

Quando eu sei que o cara vai viajar, meu tesão acaba.
Quando eu sinto que dificilmente ele estará comigo, semana que vem,eu bloqueio na minha mente. E troco o nome dele para “Não atender”.

Não é que eu fuja ou não me arrisque. É que existem coisas,que não podem ser mudadas. E é perda de energia e desgaste puro.

Querida, enquanto o carinha tá se programando para “curtir” com alguém apenas no final de semana,tem alguém que daria tudo para está com você sempre…

Viva o novo, mas não se culpe depois. Viva o novo com responsabilidade. Bagagem emocional é cruel e pesa muito mais que as malas desses viajantes.

Escolha quem pode ficar e se pinta uma viagem, que ele não hesite em fazer na sua doce e querida companhia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *