AM: candidatos pedem adiamento do 1º turno de eleição para governador

TRE-AM Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (Foto: Suelen Gonçalves/ G1 AM)

Grupo quer mudança de data da eleição do dia 6 para 13 de agosto.

Um grupo de partidos e coligações entrou com pedido de adiamento da eleição para governador e vice-governador do Amazonas. Seis partidos e coligações pedem a mudança da data de votação de 6 de agosto para o dia 13 do mesmo mês. A solicitação foi enviada ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) na noite de domingo (9). O Amazonas terá novas eleições diretas após os mandatos do ex-governador, José Melo, e do vice, Henrique Oliveira, terem sido cassados por compra de votos nas eleições de 2014.

TRE-AM Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (Foto: Suelen Gonçalves/ G1 AM)

A previsão é que ainda nesta semana o pedido seja analisado pelo juiz relator e o Ministério Público Eleitoral. Segundo o secretário judiciário do TRE-AM, Waldiney Siqueira, o pedido foi formulado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Popular Socialista (PPS), Partido Pátria Livre (PPL), coligação “Coragem para Renovar”, coligação “Por um novo Amazonas” (PSB e PMN) e coligação “Por um novo Amazonas” (PH, PTC, PRTB, PEN e PMB).

Os partidos e coligações alegaram que a suspensão do pleito por ação acautelar reduz o tempo de campanha para os noves candidatos que disputam o governo.

A eleição havia sido suspensa após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, no dia 28 de junho. Entretanto, na quarta-feira (6) o ministro do STF Celso de Mello anulou a decisão anterior e manteve o pleito.

“[Os candidatos] alegaram que tiveram prejuízo de uma semana, que foi o tempo em que ficaram suspensas as eleições. Eles querem a reposição desse tempo e pedem uma semana de adiamento somente do primeiro turno”, disse o secretário judiciário.

O relator do processo deve pedir parecer do Ministério Público Eleitoral antes de analisar o caso. A decisão sobre o pedido de mudança de data da votação do primeiro turno poderá ser definida nos próximos dias.

“[O pedido] ainda não foi apreciado. O processo está concluso ao relator, o juiz Abraham Peixoto. O relator ainda não despachou, até porque deram entrada eletronicamente [no domingo] à noite. Creio que a análise do pedido deva sair no máximo até esta terça-feira”, explicou Waldiney Siqueira.

Cassação

O Tribunal Supeiror Eleitoral (TSE) decidiu por 5 votos a 2, manter a cassação do governador José Melo e vice Henrique Oliveira, no dia 4 de maio. Quem assumiu a vaga foi o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), David Almeida (PSD), no dia 9 de maio. Novas eleições diretas foram definidas previstas para ocorrer nos dias 6 e 27 de agosto, 1º e 2º turno, respectivamente.

 

Com Informações do G1 Amazonas

Be the first to comment on "AM: candidatos pedem adiamento do 1º turno de eleição para governador"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*