Álvaro Campelo cobra medidas urgentes para regularização do sinal de telefonia em Itamarati

O deputado estadual Álvaro Campelo (PP) subiu à tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), para cobrar soluções e a imediata estabilização do sinal de telefonia em Itamarati e nos demais municípios da calha do Juruá, que há 7 dias, estão sem os serviços da Tim. A denúncia chegou ao parlamentar progressista, através do vereador Raimundo Nonato (PSL) de Juruá.

De acordo com o deputado, este é um problema que vem ocorrendo frequentemente ao longo dos anos. Apesar da realização de audiências públicas e até mesmo da instalação de uma CPI, a situação permanece. “Faço aqui um apelo em nome dos moradores do interior, em especial dos municípios da calha do Juruá, onde a população já convive com tantos problemas, inclusive a distância da capital. Peço que a empresa Tim, responsável pelos serviços de telefonia na localidade, tome providências urgentes para a imediata solução dos problemas aqui relatados. Os munícipes não podem ficar ilhados em decorrência dessa situação que persiste há anos”, disse Campelo.

Na oportunidade, Álvaro Campelo reforçou, ainda, a necessidade da implantação de sedes do Procon Estadual nos municípios, com foco na melhoria do atendimento e na resposta rápida às denúncias. “A implantação deste órgão nos 61 municípios do interior é fundamental para atender aos anseios da população. Hoje, os cidadãos estão desprovidos de bases do Procon onde possam registrar suas reclamações e ter a efetiva resposta. Casos como esse da telefonia poderiam ser resolvidos no próprio município. Para isso acontecer, basta apenas o suporte dos prefeitos, disponibilizando, no mínimo, dois funcionários para receberem treinamento adequado, bem como o espaço físico para a implantação do órgão fiscalizador no município. Reforço aqui o convite para os colegas deputados e vereadores, que participem da audiência pública no dia 22 de abril, às 14h, no plenário da Assembleia Legislativa, para debatermos esta questão” concluiu Álvaro Campelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *