Alexandre de Moraes eleito ministro do TSE

Alexandre de Moraes. Foto: Carlos Moura/SCO/STF

Plenário do Supremo Tribunal Federal escolheu o mais novo integrante da Corte máxima para a cadeira de substituto do Tribunal Superior Eleitoral na vaga aberta com a morte de Teori

Alexandre de Moraes. Foto: Carlos Moura/SCO/STF

O Plenário do Supremo Tribunal Federal elegeu, na sessão plenária desta quarta-feira, 5, o ministro Alexandre de Moraes para o cargo de ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na vaga aberta com a morte do ministro Teori Zavascki, em 19 de janeiro deste ano. Também foi definida a lista tríplice que será encaminhada ao presidente Michel Temer, para escolha do nome que substituirá a atual ministra Luciana Lóssio, numa das vagas reservadas aos juristas.

A lista é composta pelos advogados Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, Sérgio Silveira Banhos e Carlos Bastide Horbach. Todos receberam 11 votos. O segundo biênio de Luciana Lóssio como ministra efetiva do TSE se encerra no próximo dia 5 de maio.

De acordo com a Constituição, a Corte eleitoral é composta por no mínimo sete ministros, sendo três oriundos do Supremo, dois do Superior Tribunal de Justiça e ainda dois juristas, nomeados pelo presidente da República dentre advogados de ‘notável saber jurídico e idoneidade moral’, a partir de lista tríplice indicada pelo STF.

 

Com Informações do Estadão

Be the first to comment on "Alexandre de Moraes eleito ministro do TSE"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*